Artigo Anais V CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

AÇÕES DE SAÚDE PARA IDOSOS EM CENTROS DE CONVIVÊNCIA PARA A TERCEIRA IDADE: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA.

Palavra-chaves: SAÚDE DO IDOSO, SERVIÇOS DE SAÚDE PARA IDOSOS, PROMOÇÃO DA SAÚDE Pôster (PO) AT-04: Processo de Cuidar em Enfermagem e a Saúde da Pessoa Idosa
"2017-12-20 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 34069
    "edicao_id" => 76
    "trabalho_id" => 434
    "inscrito_id" => 454
    "titulo" => "AÇÕES DE SAÚDE PARA IDOSOS EM CENTROS DE CONVIVÊNCIA PARA A TERCEIRA IDADE: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA."
    "resumo" => """
      Introdução: O envelhecimento populacional é um fenômeno mundial bastante expressivo também no Brasil. Percebe-se que o crescimento do número de idosos vem trazendo enorme visibilidade perante a sociedade, porém a mesma precisa reformular sua concepção sobre velhice, para ampliar os recursos e oferecer aos idosos serviços que atendam às suas necessidades especificas. Para a promoção de um envelhecimento ativo e saudável algumas mudanças no contexto social e cultural são necessárias.1 Dentre a rede de serviços públicos para atender essa população estão os Centros de Convivência para a Terceira Idade (Cecoms), espaços idealizados para prevenir o isolamento social, com atividades que estimulam e preservam o bem-estar físico e emocional dessa população, valorizando a convivência, as relações familiares e comunitárias.2 Objetivo: Relatar sobre a experiência de um grupo de estudantes em um Centro de Convivência para a Terceira Idade, espaço de aprendizagem e de promoção à saúde. Metodologia: Estudo descritivo, tipo relato de experiência, ao relatar aspectos vivenciados na ocasião do cumprimento de aulas práticas do Componente Curricular “Saúde do Idoso” do 5° período do Curso de Graduação em Enfermagem do Centro Universitário Tiradentes, no ano de 2015. O estudo foi realizado na Casa para Velhice Luiza de Marillac, no município de Maceió/AL, no período de abril à junho de 2015, onde houve a oportunidade de conviver com as idosos durante três meses e vivenciar toda a dinâmica organizacional do referido Centro. Resultados e Discussão: Durante os três meses de convivência constatamos que as idosas necessitam para o seu bem estar de todo um atendimento clínico com profissionais especializados e também de equipamentos de fisioterapia e remédios controlados, pois a maior parte das idosas têm diabetes, hipertensão, mal de Parkinson e Alzheimer. Algumas delas já não andam mais, precisam de ajuda para comer, tomar banho, se vestirem. Durante nossas visitas tivemos a oportunidade de realizar diversas atividades como: oficina de pintura, tarde de jogos e lazer, oficina de crochê, tarde de beleza, bingos e uma festa em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Conclusões: Este estudo permitiu conhecer um espaço até então por nós desconhecido, (re)conhecê-lo enquanto instituição que assiste à população idosa na dimensão biopsicossocial e compreender que ser classificado como idoso não o torna incapaz perante a sociedade. Além disso, a aproximação com o Centro de Convivência para a Terceira Idade fortaleceu o compartilhamento de saberes entre academia e espaço social do idoso, estreitando ainda mais o vínculo docente-discente-idoso-comunidade.\r\n
      \r\n
      Referências Bibliográficas:\r\n
      \r\n
      1 – XAVIER, A.G.; SANTOS, R.C. Centros de convivência enquanto estratégia de promoção à saúde do idoso: relato de experiência. Revista de Enfermagem UFPE on line. Recife, 8(10):3555-8, out. 2014. Disponível em: . Acesso em 10 set. 2017.\r\n
      \r\n
      2 – ANDRADEA, N.B.; CANON, M.B.F.; ZUGMAN, C.L.; AYRES, T.G.; IDE, M.G.; NOVELLI, M.M.P.C. Centro de convivência de idosos: uma abordagem de estimulação cognitiva e psicossocial. Caderno de Terapia Ocupacional UFSCar, São Carlos, v. 22, n. 1, p. 121-128, 2014. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2017.
      """
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-04: Processo de Cuidar em Enfermagem e a Saúde da Pessoa Idosa"
    "palavra_chave" => "SAÚDE DO IDOSO, SERVIÇOS DE SAÚDE PARA IDOSOS, PROMOÇÃO DA SAÚDE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV075_MD4_SA4_ID454_12092017154449.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:19"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:49:33"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DANIELA MONTEIRO CAVALCANTE"
    "autor_nome_curto" => "DANI MONTEIRO"
    "autor_email" => "danielamcavalcante@gmail."
    "autor_ies" => "CENTRO UNIVERSITÁRIO TIRADENTES (FITS)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-v-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais V CIEH"
    "edicao_evento" => "V Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2017"
    "edicao_logo" => "5e49e719ef6ea_16022020220633.jpg"
    "edicao_capa" => "5f182cfe0d414_22072020091142.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 34069
    "edicao_id" => 76
    "trabalho_id" => 434
    "inscrito_id" => 454
    "titulo" => "AÇÕES DE SAÚDE PARA IDOSOS EM CENTROS DE CONVIVÊNCIA PARA A TERCEIRA IDADE: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA."
    "resumo" => """
      Introdução: O envelhecimento populacional é um fenômeno mundial bastante expressivo também no Brasil. Percebe-se que o crescimento do número de idosos vem trazendo enorme visibilidade perante a sociedade, porém a mesma precisa reformular sua concepção sobre velhice, para ampliar os recursos e oferecer aos idosos serviços que atendam às suas necessidades especificas. Para a promoção de um envelhecimento ativo e saudável algumas mudanças no contexto social e cultural são necessárias.1 Dentre a rede de serviços públicos para atender essa população estão os Centros de Convivência para a Terceira Idade (Cecoms), espaços idealizados para prevenir o isolamento social, com atividades que estimulam e preservam o bem-estar físico e emocional dessa população, valorizando a convivência, as relações familiares e comunitárias.2 Objetivo: Relatar sobre a experiência de um grupo de estudantes em um Centro de Convivência para a Terceira Idade, espaço de aprendizagem e de promoção à saúde. Metodologia: Estudo descritivo, tipo relato de experiência, ao relatar aspectos vivenciados na ocasião do cumprimento de aulas práticas do Componente Curricular “Saúde do Idoso” do 5° período do Curso de Graduação em Enfermagem do Centro Universitário Tiradentes, no ano de 2015. O estudo foi realizado na Casa para Velhice Luiza de Marillac, no município de Maceió/AL, no período de abril à junho de 2015, onde houve a oportunidade de conviver com as idosos durante três meses e vivenciar toda a dinâmica organizacional do referido Centro. Resultados e Discussão: Durante os três meses de convivência constatamos que as idosas necessitam para o seu bem estar de todo um atendimento clínico com profissionais especializados e também de equipamentos de fisioterapia e remédios controlados, pois a maior parte das idosas têm diabetes, hipertensão, mal de Parkinson e Alzheimer. Algumas delas já não andam mais, precisam de ajuda para comer, tomar banho, se vestirem. Durante nossas visitas tivemos a oportunidade de realizar diversas atividades como: oficina de pintura, tarde de jogos e lazer, oficina de crochê, tarde de beleza, bingos e uma festa em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Conclusões: Este estudo permitiu conhecer um espaço até então por nós desconhecido, (re)conhecê-lo enquanto instituição que assiste à população idosa na dimensão biopsicossocial e compreender que ser classificado como idoso não o torna incapaz perante a sociedade. Além disso, a aproximação com o Centro de Convivência para a Terceira Idade fortaleceu o compartilhamento de saberes entre academia e espaço social do idoso, estreitando ainda mais o vínculo docente-discente-idoso-comunidade.\r\n
      \r\n
      Referências Bibliográficas:\r\n
      \r\n
      1 – XAVIER, A.G.; SANTOS, R.C. Centros de convivência enquanto estratégia de promoção à saúde do idoso: relato de experiência. Revista de Enfermagem UFPE on line. Recife, 8(10):3555-8, out. 2014. Disponível em: . Acesso em 10 set. 2017.\r\n
      \r\n
      2 – ANDRADEA, N.B.; CANON, M.B.F.; ZUGMAN, C.L.; AYRES, T.G.; IDE, M.G.; NOVELLI, M.M.P.C. Centro de convivência de idosos: uma abordagem de estimulação cognitiva e psicossocial. Caderno de Terapia Ocupacional UFSCar, São Carlos, v. 22, n. 1, p. 121-128, 2014. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2017.
      """
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-04: Processo de Cuidar em Enfermagem e a Saúde da Pessoa Idosa"
    "palavra_chave" => "SAÚDE DO IDOSO, SERVIÇOS DE SAÚDE PARA IDOSOS, PROMOÇÃO DA SAÚDE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV075_MD4_SA4_ID454_12092017154449.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:19"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:49:33"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DANIELA MONTEIRO CAVALCANTE"
    "autor_nome_curto" => "DANI MONTEIRO"
    "autor_email" => "danielamcavalcante@gmail."
    "autor_ies" => "CENTRO UNIVERSITÁRIO TIRADENTES (FITS)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-v-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais V CIEH"
    "edicao_evento" => "V Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2017"
    "edicao_logo" => "5e49e719ef6ea_16022020220633.jpg"
    "edicao_capa" => "5f182cfe0d414_22072020091142.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Introdução: O envelhecimento populacional é um fenômeno mundial bastante expressivo também no Brasil. Percebe-se que o crescimento do número de idosos vem trazendo enorme visibilidade perante a sociedade, porém a mesma precisa reformular sua concepção sobre velhice, para ampliar os recursos e oferecer aos idosos serviços que atendam às suas necessidades especificas. Para a promoção de um envelhecimento ativo e saudável algumas mudanças no contexto social e cultural são necessárias.1 Dentre a rede de serviços públicos para atender essa população estão os Centros de Convivência para a Terceira Idade (Cecoms), espaços idealizados para prevenir o isolamento social, com atividades que estimulam e preservam o bem-estar físico e emocional dessa população, valorizando a convivência, as relações familiares e comunitárias.2 Objetivo: Relatar sobre a experiência de um grupo de estudantes em um Centro de Convivência para a Terceira Idade, espaço de aprendizagem e de promoção à saúde. Metodologia: Estudo descritivo, tipo relato de experiência, ao relatar aspectos vivenciados na ocasião do cumprimento de aulas práticas do Componente Curricular “Saúde do Idoso” do 5° período do Curso de Graduação em Enfermagem do Centro Universitário Tiradentes, no ano de 2015. O estudo foi realizado na Casa para Velhice Luiza de Marillac, no município de Maceió/AL, no período de abril à junho de 2015, onde houve a oportunidade de conviver com as idosos durante três meses e vivenciar toda a dinâmica organizacional do referido Centro. Resultados e Discussão: Durante os três meses de convivência constatamos que as idosas necessitam para o seu bem estar de todo um atendimento clínico com profissionais especializados e também de equipamentos de fisioterapia e remédios controlados, pois a maior parte das idosas têm diabetes, hipertensão, mal de Parkinson e Alzheimer. Algumas delas já não andam mais, precisam de ajuda para comer, tomar banho, se vestirem. Durante nossas visitas tivemos a oportunidade de realizar diversas atividades como: oficina de pintura, tarde de jogos e lazer, oficina de crochê, tarde de beleza, bingos e uma festa em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Conclusões: Este estudo permitiu conhecer um espaço até então por nós desconhecido, (re)conhecê-lo enquanto instituição que assiste à população idosa na dimensão biopsicossocial e compreender que ser classificado como idoso não o torna incapaz perante a sociedade. Além disso, a aproximação com o Centro de Convivência para a Terceira Idade fortaleceu o compartilhamento de saberes entre academia e espaço social do idoso, estreitando ainda mais o vínculo docente-discente-idoso-comunidade. Referências Bibliográficas: 1 – XAVIER, A.G.; SANTOS, R.C. Centros de convivência enquanto estratégia de promoção à saúde do idoso: relato de experiência. Revista de Enfermagem UFPE on line. Recife, 8(10):3555-8, out. 2014. Disponível em: . Acesso em 10 set. 2017. 2 – ANDRADEA, N.B.; CANON, M.B.F.; ZUGMAN, C.L.; AYRES, T.G.; IDE, M.G.; NOVELLI, M.M.P.C. Centro de convivência de idosos: uma abordagem de estimulação cognitiva e psicossocial. Caderno de Terapia Ocupacional UFSCar, São Carlos, v. 22, n. 1, p. 121-128, 2014. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2017.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.