Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

RESULTADOS AUDIOLÓGICOS DE IDOSOS ATENDIDOS EM CLÍNICA-ESCOLA

Palavra-chaves: AUDIOMETRIA, IDOSO, PERDA AUDITIVA Pôster (PO) / Poster Submission AT-2: PRÁTICAS CLÍNICAS E TERAPÊUTICAS
"2016-11-22 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 24693
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 96
    "inscrito_id" => 578
    "titulo" => "RESULTADOS AUDIOLÓGICOS DE IDOSOS ATENDIDOS EM CLÍNICA-ESCOLA"
    "resumo" => "A presbiacusia, perda auditiva decorrente da idade, é um acometimento muito comum na população idosa, que compromete a comunicação e pode levar a negativas consequências sociais, psicológicas e cognitivas. A audiometria tonal liminar é o teste padrão-ouro para diagnóstico de perda auditiva, por isso a importância de sua realização e análise dos seus resultados. Os objetivos do presente estudo foram verificar o tipo de perda auditiva e os limiares auditivos obtidos de sujeitos idosos atendidos em uma clínica-escola de universidade federal no sul do país, além de analisar a influência do sexo e da idade. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição. Participaram 215 sujeitos que procuraram o serviço, 32,1% do sexo masculino e 67,9% do sexo feminino, com idades entre 60 e 88 anos e média de 69,95 anos. Todos assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido e foram avaliados por meio da audiometria tonal liminar, em cabina acusticamente tratada, nas frequências de 250 a 8000 Hertz. Os dados foram analisados estatisticamente. Em relação ao tipo de perda auditiva, a maioria (77,2%) apresentou perda do tipo neurossensorial, tanto na orelha direita, quanto na esquerda, independentemente do maior ou menor avanço da idade dos idosos testados. Os limiares auditivos em ambas as orelhas apresentaram-se mais prejudicados nas frequências agudas em relação às graves e, além disso, os limiares dos idosos mais velhos foram significantemente piores em comparação aos dos mais jovens, exceto nas frequências mais baixas testadas, de 250 e 500 Hz, em que foram semelhantes. Da mesma maneira, exceto nestas frequências, os limiares dos homens idosos foram significantemente piores que os das mulheres em ambas as orelhas."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "AT-2: PRÁTICAS CLÍNICAS E TERAPÊUTICAS"
    "palavra_chave" => "AUDIOMETRIA, IDOSO, PERDA AUDITIVA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD4_SA3_ID578_15082016100304.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:56"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ALEXANDRE HUNDERTMARCK LESSA"
    "autor_nome_curto" => "ALEXANDRE LESSA"
    "autor_email" => "alexandrehl@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL - UFRGS"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-22 23:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 24693
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 96
    "inscrito_id" => 578
    "titulo" => "RESULTADOS AUDIOLÓGICOS DE IDOSOS ATENDIDOS EM CLÍNICA-ESCOLA"
    "resumo" => "A presbiacusia, perda auditiva decorrente da idade, é um acometimento muito comum na população idosa, que compromete a comunicação e pode levar a negativas consequências sociais, psicológicas e cognitivas. A audiometria tonal liminar é o teste padrão-ouro para diagnóstico de perda auditiva, por isso a importância de sua realização e análise dos seus resultados. Os objetivos do presente estudo foram verificar o tipo de perda auditiva e os limiares auditivos obtidos de sujeitos idosos atendidos em uma clínica-escola de universidade federal no sul do país, além de analisar a influência do sexo e da idade. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição. Participaram 215 sujeitos que procuraram o serviço, 32,1% do sexo masculino e 67,9% do sexo feminino, com idades entre 60 e 88 anos e média de 69,95 anos. Todos assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido e foram avaliados por meio da audiometria tonal liminar, em cabina acusticamente tratada, nas frequências de 250 a 8000 Hertz. Os dados foram analisados estatisticamente. Em relação ao tipo de perda auditiva, a maioria (77,2%) apresentou perda do tipo neurossensorial, tanto na orelha direita, quanto na esquerda, independentemente do maior ou menor avanço da idade dos idosos testados. Os limiares auditivos em ambas as orelhas apresentaram-se mais prejudicados nas frequências agudas em relação às graves e, além disso, os limiares dos idosos mais velhos foram significantemente piores em comparação aos dos mais jovens, exceto nas frequências mais baixas testadas, de 250 e 500 Hz, em que foram semelhantes. Da mesma maneira, exceto nestas frequências, os limiares dos homens idosos foram significantemente piores que os das mulheres em ambas as orelhas."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "AT-2: PRÁTICAS CLÍNICAS E TERAPÊUTICAS"
    "palavra_chave" => "AUDIOMETRIA, IDOSO, PERDA AUDITIVA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD4_SA3_ID578_15082016100304.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:56"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ALEXANDRE HUNDERTMARCK LESSA"
    "autor_nome_curto" => "ALEXANDRE LESSA"
    "autor_email" => "alexandrehl@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL - UFRGS"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-22 23:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 22 de novembro de 2016

Resumo

A presbiacusia, perda auditiva decorrente da idade, é um acometimento muito comum na população idosa, que compromete a comunicação e pode levar a negativas consequências sociais, psicológicas e cognitivas. A audiometria tonal liminar é o teste padrão-ouro para diagnóstico de perda auditiva, por isso a importância de sua realização e análise dos seus resultados. Os objetivos do presente estudo foram verificar o tipo de perda auditiva e os limiares auditivos obtidos de sujeitos idosos atendidos em uma clínica-escola de universidade federal no sul do país, além de analisar a influência do sexo e da idade. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição. Participaram 215 sujeitos que procuraram o serviço, 32,1% do sexo masculino e 67,9% do sexo feminino, com idades entre 60 e 88 anos e média de 69,95 anos. Todos assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido e foram avaliados por meio da audiometria tonal liminar, em cabina acusticamente tratada, nas frequências de 250 a 8000 Hertz. Os dados foram analisados estatisticamente. Em relação ao tipo de perda auditiva, a maioria (77,2%) apresentou perda do tipo neurossensorial, tanto na orelha direita, quanto na esquerda, independentemente do maior ou menor avanço da idade dos idosos testados. Os limiares auditivos em ambas as orelhas apresentaram-se mais prejudicados nas frequências agudas em relação às graves e, além disso, os limiares dos idosos mais velhos foram significantemente piores em comparação aos dos mais jovens, exceto nas frequências mais baixas testadas, de 250 e 500 Hz, em que foram semelhantes. Da mesma maneira, exceto nestas frequências, os limiares dos homens idosos foram significantemente piores que os das mulheres em ambas as orelhas.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.