Artigo Anais SEMLICA

ANAIS de Evento

ISSN: 2317-9333

Visualizações: 168
DIAGNOSTICO RURAL COM AS PRINCIPAIS FORMAS DE ATIVIDADES AGRÍCOLAS DESENVOLVIDA NA AGRICULTURA FAMILIAR QUE CULTIVAM COUVE (BRASSICA OLERACEA).

Publicado em 13 de julho de 2013

Resumo

DIAGNOSTICO RURAL COM AS PRINCIPAIS FORMAS DE ATIVIDADES AGRÍCOLAS DESENVOLVIDA NA AGRICULTURA FAMILIAR QUE CULTIVAM COUVE (Brassica oleracea).CRUZ, RAQUEL LIMA¹; NASCIMENTO, MARIA DA PENHA MARTINS¹; ARRUDA, JORDANA DANTAS²; VASQUEZ, SILVESTRE FERNANDES³; BARBOSA, ALEX DA SILVA³.¹Licencianda em Ciências Agrárias (CCHSA/UFPB) raqueel-lima@live.com³Professor do CCHSA – UFPB – DAP – silvestre@cchsa.ufpb.br³Professor do CCHSA – UFPB – DAP – aldasibarbosa@yahoo.com.brRESUMOO manejo e o controle alternativo de pragas na agricultura familiar são técnicas que contribuem para o bom desenvolvimento de uma plantação. Objetivou-se diagnosticar as principais formas de atividades dos agricultores familiares que cultivam a Couve (Brassica Oleracea). A coleta de dados do trabalho baseou-se em DRP com uma amostra de agricultores familiares, cuja principal atividade era o cultivo da produção de couve nas localidades rurais dos municípios de Solânea, Bananeiras e Lagoa Seca na Paraíba. Os sujeitos da pesquisa foram 20 distribuídos entre os municípios citados. Nas informações sobre os conhecimentos dos agricultores observou-se que 100% dos entrevistados que contribuíram com a pesquisa em sua propriedade, 71,5% afirmaram reconhecer as pragas que atacam sua cultura, sendo esses os agricultores que reconhecem a lagarta destruidora de suas folhas na produção, outros 28,5% dizem que, a que ataca a produção é o pulgão. Na relação dos inimigos naturais os agricultores reconhecem e identifica-os, dos quais 71,5% dos mesmos dizem reconhecer a Joaninha e 28,5% o percevejo, foi possível perceber nos municípios que 81% dos entrevistados usam algum tipo de defensivo para resolver os problemas ocasionados pelo ataque das pragas, onde 19% dos mesmos não utilizam nenhum tipo de produto para controlar o problema, consequentemente, 76,2% dos entrevistados conhecem os efeitos ativos encontrados no controle biológico dos quais os mesmos fazem a utilização, e 23,8% que usam produtos químicos, não possui o conhecimento desses efeitos. A agricultura Familiar contribui numa forma de produção em que predomina a utilização do trabalho familiar e o núcleo de decisões gerência, o capital é controlado pela família apresentando uma importante característica, que é a capacidade de reagir aos estímulos, lançando mão de seus próprios recursos para mudar e evoluir.Palavras – chave: Controle alternativo, agroecologia, olericultura.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.