Artigo Anais I CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

VIOLÊNCIA ESCOLAR E QUALIDADE DE VIDA: UM ESTUDO CORRELACIONAL

Palavra-chaves: VIOLÊNCIA ESCOLAR, QUALIDADE DE VIDA, SAÚDE Pôster (PO) AT-07: SAÚDE COLETIVA
"2016-06-15 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1637
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 19568
    "edicao_id" => 43
    "trabalho_id" => 802
    "inscrito_id" => 3587
    "titulo" => "VIOLÊNCIA ESCOLAR E QUALIDADE DE VIDA: UM ESTUDO CORRELACIONAL"
    "resumo" => "Este estudo objetivou conhecer a relação entre violência escolar e qualidade de vida (QV) no contexto de jovens e adolescentes inseridos no âmbito do ensino fundamental e médio da cidade de João Pessoa. Para isso, contou-se com uma amostra de 265 alunos de escolas públicas e privadas, com idades entre 10 e 21 anos (M =14,41; DP =2,09), a maioria do sexo masculino (51,5%), os quais responderam ao Inventário de Indicadores de Violência na Escola (IIVE), o instrumento de Qualidade de vida (WHOOL bref), e um questionário sociodemográfico. Os resultados indicaram haver correlações estatisticamente significativas entre os domínios da qualidade de vida e a violência escolar, demonstrando que quanto mais manifestações de violência na escola e ocorrências pessoais relacionadas à violência escolar, menor é a qualidade de vida dos jovens e adolescentes. Além disso, verificaram-se diferenças estatiscamente significativas entre os sexos quanto à violência escolar, no entanto, no que se refere à QV não foram encontradas diferenças significativas em função do sexo. Esses achados indicam que independente do sexo, estar envolvido na violência escolar é condição suficiente para influenciar negativamente a QV dos jovens e adolescentes. Frente a essas considerações, acredita-se que as reflexões da presente pesquisa podem contribuir para o estudo nesse âmbito, bem como, subsidiar a elaboração de políticas públicas e técnicas de intervenções, que se voltem ao enfrentamento da violência na escola tendo em vista a prevenção e promoção da saúde."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-07: SAÚDE COLETIVA"
    "palavra_chave" => "VIOLÊNCIA ESCOLAR, QUALIDADE DE VIDA, SAÚDE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV055_MD4_SA7_ID3587_31052016203007.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:05"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:28:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JAQUELINE GOMES CAVALCANTI"
    "autor_nome_curto" => "JAQUELINE"
    "autor_email" => "gomes.jaqueline@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2016"
    "edicao_logo" => "5e4a005a0a41f_16022020235418.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844e6a6a1a_22072020105342.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-15 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 19568
    "edicao_id" => 43
    "trabalho_id" => 802
    "inscrito_id" => 3587
    "titulo" => "VIOLÊNCIA ESCOLAR E QUALIDADE DE VIDA: UM ESTUDO CORRELACIONAL"
    "resumo" => "Este estudo objetivou conhecer a relação entre violência escolar e qualidade de vida (QV) no contexto de jovens e adolescentes inseridos no âmbito do ensino fundamental e médio da cidade de João Pessoa. Para isso, contou-se com uma amostra de 265 alunos de escolas públicas e privadas, com idades entre 10 e 21 anos (M =14,41; DP =2,09), a maioria do sexo masculino (51,5%), os quais responderam ao Inventário de Indicadores de Violência na Escola (IIVE), o instrumento de Qualidade de vida (WHOOL bref), e um questionário sociodemográfico. Os resultados indicaram haver correlações estatisticamente significativas entre os domínios da qualidade de vida e a violência escolar, demonstrando que quanto mais manifestações de violência na escola e ocorrências pessoais relacionadas à violência escolar, menor é a qualidade de vida dos jovens e adolescentes. Além disso, verificaram-se diferenças estatiscamente significativas entre os sexos quanto à violência escolar, no entanto, no que se refere à QV não foram encontradas diferenças significativas em função do sexo. Esses achados indicam que independente do sexo, estar envolvido na violência escolar é condição suficiente para influenciar negativamente a QV dos jovens e adolescentes. Frente a essas considerações, acredita-se que as reflexões da presente pesquisa podem contribuir para o estudo nesse âmbito, bem como, subsidiar a elaboração de políticas públicas e técnicas de intervenções, que se voltem ao enfrentamento da violência na escola tendo em vista a prevenção e promoção da saúde."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-07: SAÚDE COLETIVA"
    "palavra_chave" => "VIOLÊNCIA ESCOLAR, QUALIDADE DE VIDA, SAÚDE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV055_MD4_SA7_ID3587_31052016203007.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:05"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:28:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JAQUELINE GOMES CAVALCANTI"
    "autor_nome_curto" => "JAQUELINE"
    "autor_email" => "gomes.jaqueline@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2016"
    "edicao_logo" => "5e4a005a0a41f_16022020235418.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844e6a6a1a_22072020105342.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-15 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 15 de junho de 2016

Resumo

Este estudo objetivou conhecer a relação entre violência escolar e qualidade de vida (QV) no contexto de jovens e adolescentes inseridos no âmbito do ensino fundamental e médio da cidade de João Pessoa. Para isso, contou-se com uma amostra de 265 alunos de escolas públicas e privadas, com idades entre 10 e 21 anos (M =14,41; DP =2,09), a maioria do sexo masculino (51,5%), os quais responderam ao Inventário de Indicadores de Violência na Escola (IIVE), o instrumento de Qualidade de vida (WHOOL bref), e um questionário sociodemográfico. Os resultados indicaram haver correlações estatisticamente significativas entre os domínios da qualidade de vida e a violência escolar, demonstrando que quanto mais manifestações de violência na escola e ocorrências pessoais relacionadas à violência escolar, menor é a qualidade de vida dos jovens e adolescentes. Além disso, verificaram-se diferenças estatiscamente significativas entre os sexos quanto à violência escolar, no entanto, no que se refere à QV não foram encontradas diferenças significativas em função do sexo. Esses achados indicam que independente do sexo, estar envolvido na violência escolar é condição suficiente para influenciar negativamente a QV dos jovens e adolescentes. Frente a essas considerações, acredita-se que as reflexões da presente pesquisa podem contribuir para o estudo nesse âmbito, bem como, subsidiar a elaboração de políticas públicas e técnicas de intervenções, que se voltem ao enfrentamento da violência na escola tendo em vista a prevenção e promoção da saúde.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.