Artigo Anais I CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

QUALIDADE DE VIDA RELACIONADA À SAÚDE DE PACIENTES EM TERAPIA RENAL SUBSTITUTIVA: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Palavra-chaves: DOENÇA RENAL CRÔNICA, TERAPIA RENAL SUBSTITUTIVA, QUALIDADE DE VIDA Pôster (PO) AT-04: ENFERMAGEM
"2016-06-15 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 19446
    "edicao_id" => 43
    "trabalho_id" => 410
    "inscrito_id" => 2590
    "titulo" => "QUALIDADE DE VIDA RELACIONADA À SAÚDE DE PACIENTES EM TERAPIA RENAL SUBSTITUTIVA: UMA REVISÃO INTEGRATIVA"
    "resumo" => "Trata-se de um estudo de revisão integrativa da literatura e de atualização de pesquisas científicas publicadas no período entre 2010 a 2015, em língua portuguesa, na Biblioteca Virtual em Saúde. Que objetivou Identificar nas produções científicas informações acerca da qualidade de vida dos pacientes renais que realizam algum tipo de tratamento dialítico. Onde foram selecionados 08 artigos científicos para análise, de acordo com os critérios de inclusão e que estavam mais diretamente relacionados ao tema. Os resultados evidenciaram que todo tratamento dialítico gera situações estressoras, ocasionando aos indivíduos diversas modificações no estilo de vida, impondo limitações físicas, psicológicas, familiares, sexuais e sociais; sentimentos como angústia, insegurança, pânico, depressão, desânimo, medo do prognóstico, da incapacidade e da dependência econômica; sensação de prisão, mudança na autoimagem, nos hábitos alimentares e hídricos, bem como no modo de ser e viver, gerando influência negativa à qualidade de vida desses indivíduos. Concluindo que avaliação da qualidade de vida do paciente renal crônico é oportuno e vem elevando-se a cada ano no Brasil frente ao fato desta problemática submeter os seres humanos a situações limitantes e angustiantes, através de graves alterações fisiológicas e físicas, psicológicas e psicossociais, dessa forma é necessário que o enfermeiro esteja devidamente informado e ciente das técnicas e rotinas adequadas para o tratamento, visando perfeito restabelecimento do cliente."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-04: ENFERMAGEM"
    "palavra_chave" => "DOENÇA RENAL CRÔNICA, TERAPIA RENAL SUBSTITUTIVA, QUALIDADE DE VIDA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV055_MD4_SA4_ID2590_14052016183141.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:05"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:28:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "NATÁLIA VANESSA DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "NATÁLIA SILVA"
    "autor_email" => "nataliasilva147@hotmail.c"
    "autor_ies" => "ESTÁCIO DE SÁ- FIR"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2016"
    "edicao_logo" => "5e4a005a0a41f_16022020235418.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844e6a6a1a_22072020105342.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-15 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 19446
    "edicao_id" => 43
    "trabalho_id" => 410
    "inscrito_id" => 2590
    "titulo" => "QUALIDADE DE VIDA RELACIONADA À SAÚDE DE PACIENTES EM TERAPIA RENAL SUBSTITUTIVA: UMA REVISÃO INTEGRATIVA"
    "resumo" => "Trata-se de um estudo de revisão integrativa da literatura e de atualização de pesquisas científicas publicadas no período entre 2010 a 2015, em língua portuguesa, na Biblioteca Virtual em Saúde. Que objetivou Identificar nas produções científicas informações acerca da qualidade de vida dos pacientes renais que realizam algum tipo de tratamento dialítico. Onde foram selecionados 08 artigos científicos para análise, de acordo com os critérios de inclusão e que estavam mais diretamente relacionados ao tema. Os resultados evidenciaram que todo tratamento dialítico gera situações estressoras, ocasionando aos indivíduos diversas modificações no estilo de vida, impondo limitações físicas, psicológicas, familiares, sexuais e sociais; sentimentos como angústia, insegurança, pânico, depressão, desânimo, medo do prognóstico, da incapacidade e da dependência econômica; sensação de prisão, mudança na autoimagem, nos hábitos alimentares e hídricos, bem como no modo de ser e viver, gerando influência negativa à qualidade de vida desses indivíduos. Concluindo que avaliação da qualidade de vida do paciente renal crônico é oportuno e vem elevando-se a cada ano no Brasil frente ao fato desta problemática submeter os seres humanos a situações limitantes e angustiantes, através de graves alterações fisiológicas e físicas, psicológicas e psicossociais, dessa forma é necessário que o enfermeiro esteja devidamente informado e ciente das técnicas e rotinas adequadas para o tratamento, visando perfeito restabelecimento do cliente."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-04: ENFERMAGEM"
    "palavra_chave" => "DOENÇA RENAL CRÔNICA, TERAPIA RENAL SUBSTITUTIVA, QUALIDADE DE VIDA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV055_MD4_SA4_ID2590_14052016183141.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:05"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:28:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "NATÁLIA VANESSA DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "NATÁLIA SILVA"
    "autor_email" => "nataliasilva147@hotmail.c"
    "autor_ies" => "ESTÁCIO DE SÁ- FIR"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2016"
    "edicao_logo" => "5e4a005a0a41f_16022020235418.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844e6a6a1a_22072020105342.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-15 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 15 de junho de 2016

Resumo

Trata-se de um estudo de revisão integrativa da literatura e de atualização de pesquisas científicas publicadas no período entre 2010 a 2015, em língua portuguesa, na Biblioteca Virtual em Saúde. Que objetivou Identificar nas produções científicas informações acerca da qualidade de vida dos pacientes renais que realizam algum tipo de tratamento dialítico. Onde foram selecionados 08 artigos científicos para análise, de acordo com os critérios de inclusão e que estavam mais diretamente relacionados ao tema. Os resultados evidenciaram que todo tratamento dialítico gera situações estressoras, ocasionando aos indivíduos diversas modificações no estilo de vida, impondo limitações físicas, psicológicas, familiares, sexuais e sociais; sentimentos como angústia, insegurança, pânico, depressão, desânimo, medo do prognóstico, da incapacidade e da dependência econômica; sensação de prisão, mudança na autoimagem, nos hábitos alimentares e hídricos, bem como no modo de ser e viver, gerando influência negativa à qualidade de vida desses indivíduos. Concluindo que avaliação da qualidade de vida do paciente renal crônico é oportuno e vem elevando-se a cada ano no Brasil frente ao fato desta problemática submeter os seres humanos a situações limitantes e angustiantes, através de graves alterações fisiológicas e físicas, psicológicas e psicossociais, dessa forma é necessário que o enfermeiro esteja devidamente informado e ciente das técnicas e rotinas adequadas para o tratamento, visando perfeito restabelecimento do cliente.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.