Artigo Anais I CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

INVESTIGAÇÃO DE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS ENTRE EDUCADORES DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO EM IMPERATRIZ, MARANHÃO

Palavra-chaves: PROFESSORES, SAÚDE, DOENÇAS Pôster (PO) AT-07: SAÚDE COLETIVA Publicado em 15 de junho de 2016

Resumo

As doenças crônicas são definidas como afecções de saúde que acompanham os indivíduos por longo período de tempo, podendo apresentar momentos de piora (episódios agudos) ou melhora sensível. O objetivo desta pesquisa está na identificação dos fatores de risco para as doenças crônicas não transmissíveis entre os profissionais da educação, os professores. Metodologicamente, utilizou-se um processo de amostragem. Foram seguidas duas etapas: 1º) seleção de escolas da rede municipal incluídas em ações do Programa Saúde e Prevenção nas Escolas e Programa Saúde na Escola; 2º) seleção de professores que atuam na pré-escola e/ou ensino fundamental; e 3º) inclusão daqueles que consentiram participar da pesquisa através da assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Utilizou-se da aplicação de questionário padronizado para coleta de dados e registro do peso, altura, medida da aferição da pressão arterial, feita por meio do método indireto, medida da concentração de glicose, após 10 horas de jejum e/ou 2 horas após a refeição, em amostras de sangue capilar, coletadas em tiras-teste (mg/dL) em glicosímetros portáteis. Dos 47 professores pesquisados 53,19% apresentam sobrepeso, 27,66% tolerância à glicose diminuída e 25,53% apresentam medidas de pressão arterial elevada. É real a necessidade de ampliar as ações dos programas de saúde que atuam dentro do ambiente escolar na investigação, monitoramento e encaminhamento desses profissionais para atendimento especializado, com intuito de assegurar a prevenção e o tratamento de DCNT.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.