Artigo Anais I CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

AS LACUNAS EXISTENTES NOS SERVIÇOS DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA

Palavra-chaves: URGÊNCIA E EMERGÊNCIA, ENFERMAGEM, SAÚDE Pôster (PO) AT-04: ENFERMAGEM
"2016-06-15 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 18909
    "edicao_id" => 43
    "trabalho_id" => 267
    "inscrito_id" => 1277
    "titulo" => "AS LACUNAS EXISTENTES NOS SERVIÇOS DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA"
    "resumo" => "O presente artigo objetiva compreender a assimilação de obstáculos enfrentados no serviço de saúde bem como a dominação do conhecimento científico que subsidia e regulamenta a profissão e seus princípios éticos. O desenvolvimento deste trabalho se dá por buscar uma discussão sobre o modo como a sociedade vê o serviço de urgência emergência como um meio facilitador para resolução de variados problemas de saúde, onde questões ditas como simples e que poderiam ser sanadas na atenção primária diminuindo assim os problemas enfrentados pela população quando se diz respeito ao tempo de espera nos hospitais e o entendimento da escala de prioridade onde muitas vezes gera conflitos desgastantes para ambas partes tanto os profissionais quanto a sociedade. Nossa metodologia foi realizada através de consultas as bases de dados LILACS, BVS, SCIELO, e pertinentes ao período de 2006 a 2014, de maneira qualitativa a partir de literaturas já estudadas nos bancos de dados científicos. Acreditamos que os estudos analisados nesta revisão permitiram identificar e avaliar as evidências disponíveis na literatura, relacionadas serviços de urgência e emergência, o papel profissional, sua estrutura e funcionamento. Dentro desse contexto deve-se ter uma visão especial para favorecer o funcionamento e diminuir a super lotação nos setores de urgência e emergência, apresentando uma educação continuada tanto para os profissionais quanto para a sociedade e deixar claro as diferenças dos serviços de urgência e emergência e da atenção básica, diminuindo assim o tempo de espera nas filas hospitalares e atendimentos personalizados com a situação."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-04: ENFERMAGEM"
    "palavra_chave" => "URGÊNCIA E EMERGÊNCIA, ENFERMAGEM, SAÚDE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV055_MD4_SA4_ID1277_02052016162757.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:04"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:28:09"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "RAYANA VIEIRA MENEZES"
    "autor_nome_curto" => "RAYANA MENEZES"
    "autor_email" => "rayana.vm@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNESC"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2016"
    "edicao_logo" => "5e4a005a0a41f_16022020235418.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844e6a6a1a_22072020105342.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-15 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 18909
    "edicao_id" => 43
    "trabalho_id" => 267
    "inscrito_id" => 1277
    "titulo" => "AS LACUNAS EXISTENTES NOS SERVIÇOS DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA"
    "resumo" => "O presente artigo objetiva compreender a assimilação de obstáculos enfrentados no serviço de saúde bem como a dominação do conhecimento científico que subsidia e regulamenta a profissão e seus princípios éticos. O desenvolvimento deste trabalho se dá por buscar uma discussão sobre o modo como a sociedade vê o serviço de urgência emergência como um meio facilitador para resolução de variados problemas de saúde, onde questões ditas como simples e que poderiam ser sanadas na atenção primária diminuindo assim os problemas enfrentados pela população quando se diz respeito ao tempo de espera nos hospitais e o entendimento da escala de prioridade onde muitas vezes gera conflitos desgastantes para ambas partes tanto os profissionais quanto a sociedade. Nossa metodologia foi realizada através de consultas as bases de dados LILACS, BVS, SCIELO, e pertinentes ao período de 2006 a 2014, de maneira qualitativa a partir de literaturas já estudadas nos bancos de dados científicos. Acreditamos que os estudos analisados nesta revisão permitiram identificar e avaliar as evidências disponíveis na literatura, relacionadas serviços de urgência e emergência, o papel profissional, sua estrutura e funcionamento. Dentro desse contexto deve-se ter uma visão especial para favorecer o funcionamento e diminuir a super lotação nos setores de urgência e emergência, apresentando uma educação continuada tanto para os profissionais quanto para a sociedade e deixar claro as diferenças dos serviços de urgência e emergência e da atenção básica, diminuindo assim o tempo de espera nas filas hospitalares e atendimentos personalizados com a situação."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-04: ENFERMAGEM"
    "palavra_chave" => "URGÊNCIA E EMERGÊNCIA, ENFERMAGEM, SAÚDE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV055_MD4_SA4_ID1277_02052016162757.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:04"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:28:09"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "RAYANA VIEIRA MENEZES"
    "autor_nome_curto" => "RAYANA MENEZES"
    "autor_email" => "rayana.vm@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNESC"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2016"
    "edicao_logo" => "5e4a005a0a41f_16022020235418.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844e6a6a1a_22072020105342.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-15 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 15 de junho de 2016

Resumo

O presente artigo objetiva compreender a assimilação de obstáculos enfrentados no serviço de saúde bem como a dominação do conhecimento científico que subsidia e regulamenta a profissão e seus princípios éticos. O desenvolvimento deste trabalho se dá por buscar uma discussão sobre o modo como a sociedade vê o serviço de urgência emergência como um meio facilitador para resolução de variados problemas de saúde, onde questões ditas como simples e que poderiam ser sanadas na atenção primária diminuindo assim os problemas enfrentados pela população quando se diz respeito ao tempo de espera nos hospitais e o entendimento da escala de prioridade onde muitas vezes gera conflitos desgastantes para ambas partes tanto os profissionais quanto a sociedade. Nossa metodologia foi realizada através de consultas as bases de dados LILACS, BVS, SCIELO, e pertinentes ao período de 2006 a 2014, de maneira qualitativa a partir de literaturas já estudadas nos bancos de dados científicos. Acreditamos que os estudos analisados nesta revisão permitiram identificar e avaliar as evidências disponíveis na literatura, relacionadas serviços de urgência e emergência, o papel profissional, sua estrutura e funcionamento. Dentro desse contexto deve-se ter uma visão especial para favorecer o funcionamento e diminuir a super lotação nos setores de urgência e emergência, apresentando uma educação continuada tanto para os profissionais quanto para a sociedade e deixar claro as diferenças dos serviços de urgência e emergência e da atenção básica, diminuindo assim o tempo de espera nas filas hospitalares e atendimentos personalizados com a situação.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.