Artigo Anais I CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

ANÁLISE DO RISCO DE DESENVOLVIMENTO DE ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO ASSOCIADO AO USO DE MEDICAMENTOS ANTIINFLAMATÓRIOS NÃO- ESTERÓIDES..

Palavra-chaves: FATORES DE RISCO, ACIDENTE VACULAR ENCEFÁLICO, MORTALIDADE Comunicação Oral (CO) AT-11: BIOMEDICINA Publicado em 15 de junho de 2016

Resumo

O termo AVE (acidente vascular encefálico) significa comprometimento súbito da função encefálica, causada por inúmeras alterações histopatológicas, envolvendo um ou vários vasos sanguíneos intracranianos. Seus sinais e sintomas estão correlacionados com o local e extensão da lesão. Diante do exposto, o atual estudo objetiva-se em analisar o risco de desenvolvimento de Acidente Vascular cerebral em pessoas que fazem o uso freqüente de antiinflamatórios não-esteroidais. Trata-se de uma pesquisa de revisão bibliográfica na categoria quantitativa. Ao buscar dados, foi possível realizar a consulta através do, GOOGLE ACADÊMICO, PUBMED, MEDLLINE, SCIELO E DATASUS considerado como critério inicial para seleção, entre os anos de 1993 á 2015, no idioma inglês e português. A pesquisa resultou no total de 21 artigos pesquisados em diversos bancos de dados online, para isto foi efetuada uma analise de pesquisa no banco de dados do domínio de Sistema Único de Saúde (DATASUS), entre as regiões do Brasil e no estado da Paraíba, em seguida foi executada uma analise para evidenciar a composição dos AINE´s associando com o risco de ocasionar o AVE. Contudo pode-se disser que os AINE´s estão interligados, sucedendo ao desenvolvimento do Acidente Vascular Encefálico.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.