Artigo Anais I CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

Visualizações: 250
A ARTE COMO ESTRATÉGIA DE LIBERDADE - I EXPOSIÇÃO DE ARTES DO CAPS DO MUNICÍPIO DE CUITÉ-PB: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Palavra-chaves: CAPS, ARTE, LIBERDADE Comunicação Oral (CO) AT-05: SAÚDE MENTAL

Resumo

Os Centros de Atenção Psicossociais (CAPS) surgiram através da Reforma Psiquiátrica Brasileira com a proposta de resgatar o convívio dos portadores de sofrimento psíquico à sociedade, sendo a arteterapia uma das estratégias mais utilizadas nesse processo de reinserção social, visto que permite ao indivíduo desenvolver liberdade de ser e de expressar e consequente autonomia. Este artigo tem objetivo de apresentar um relato de experiência sobre a “I Exposição de Arte do CAPS Cuité – I EXPO CAPS Cuité”, evento este desenvolvido por um grupo de acadêmicos da disciplina Práticas em Saúde Coletiva do curso de Nutrição, juntamente com os usuários e profissionais do CAPS I, na Feira Livre de Cuité-PB. O evento foi realizado a partir da exposição de trabalhos desenvolvidos pelos usuários no decorrer das práticas, bem como de trabalhos desenvolvidos diariamente no CAPS. Entre os trabalhos expostos estavam os materiais elaborados nas práticas de música, dança, teatro, mosaico com grãos e culinária. O evento buscou, a partir da arte, contribuir para a reinserção social desses indivíduos que ainda permanecem à margem da sociedade. Diante disso, o “I ExpoCAPS” contribuiu para o entendimento do protagonismo das pessoas usuárias do CAPS. Observa-se que a arte contribui para o impulsionamento do potencial de cada pessoa e reflete na comunicação através da expressão de suas emoções. Sendo assim, é reafirmada a importância de promover espaços e atividades que visem garantir a participação e interação para além dos muros do serviço, mas imersos no cotidiano da sociedade.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.