Artigo Anais XII CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

TESSITURAS DE DESTINOS: MEMÓRIA E HISTÓRIAS DE VIDA DE PROFESSORAS CAMPINENSES DOS ANOS 1990

Palavra-chaves: DOCÊNCIA, MEMÓRIA, REPRESENTATIVIDADES Comunicação Oral (CO) História, sentimentos e afetos. Publicado em 08 de junho de 2016

Resumo

Este trabalho se detém ao estudo da temática que envolve a história de vida de mulheres docentes dos anos de 1990 de Campina Grande, com o principal objetivo de compreender, a partir do diálogo entre História e Educação, a trajetória de vida de professoras campinenses através de suas memórias e representações do cotidiano escolar. Propomos articular as discussões entre gênero e docência na História da Educação através do trabalho com memória, prática docente e vida de professoras, uma vez que as experiências vividas reconstroem o passado ao tecer suas representações no presente. Discutimos sobre a história de vida de professoras campinenses a partir do campo da História Cultural, cujos conceitos trabalhados foram memória, representações, práticas culturais, identidade, gênero e educação, tendo como auxílio as principais contribuições teóricas Louro (2010), Scott (1990), Matos (2013), Delgado (2012) e Pedro (2005). A metodologia abordada foi a história oral temática, utilizando a trajetória destas docentes no contexto educacional. Para tanto, realizamos entrevistas semiestruturadas com duas professoras da disciplina de História do ensino básico da rede pública da cidade de Campina Grande, valorizando a importância destas discussões no campo da historiografia ao perceber, compreender e interpretar os sentidos que cercam as invenções culturais e sociais, em suas transformações, rupturas e continuidades no contexto histórico na percepção das subjetividades das mulheres docentes.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.