Artigo Anais XII CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 197
O TRABALHO DOMÉSTICO ENQUANTO UMA ATIVIDADE OCUPACIONAL IMPOSTA SOCIALMENTE AS MULHERES: UMA ANÁLISE DO CASO CONCRETO DE UMA TRABALHADORA RURAL

Palavra-chaves: TRABALHO DOMÉSTICO, TRABALHADORA RURAL, RACIALIZADA, CLASSE, CLASSE Comunicação Oral (CO) Gênero, Sexualidades e Modos de Subjetivação Publicado em 08 de junho de 2016

Resumo

O artigo aqui descrito trará discussões acerca do trabalho doméstico desenvolvido por uma trabalhadora rural acampada e militante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) da Paraíba, especificamente enquanto uma atividade racializada e a qual são impostas às mulheres historicamente. As análises também serão feitas a partir das contribuições do campo da Terapia Ocupacional, do Direito e da sociologia, tomando por base as discussões ligadas às atividades que são socialmente construídas enquanto femininas, devendo ser exercidas inexoravelmente pelas mulheres. Ademais, buscaremos tratar do trabalho doméstico fazendo os recortes de classe e raça, que por demais se fizeram presentes tanto na entrevista concedida pela trabalhadora rural, quanto nas pesquisas bibliográficas realizadas. Desta forma, faremos reflexões acerca do modo como as relações de gênero se perpetuam dentro do âmbito do trabalho doméstico.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.