Artigo Anais ABRALIC

ANAIS de Evento

ISSN: 2317-157X

(RES)SIGNIFICAÇÕES DO EROTISMO EM BRECHT E HILST

"2012-12-19 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 1823
    "edicao_id" => 7
    "trabalho_id" => 191
    "inscrito_id" => 425
    "titulo" => "(RES)SIGNIFICAÇÕES DO EROTISMO EM BRECHT E HILST"
    "resumo" => "Este texto objetiva explicitar algumas imagens simbólicas do erotismo em Bertolt Brecht e Hilda Hilst, especificamente no que tange à poesia, uma vez que ambos apresentam versatilidade em outros gêneros literários. A tentativa de aproximar a Alemanha e o Brasil é dada pela linguagem (res)significada, isto é, tentamos estabelecer diálogos que versem sobre o erotismo, metaforizados em suas poéticas. Tais aproximações são compreendidas a partir dos pressupostos teóricos da poesia, por Eliot e Pound entre outros, e as considerações sobre o erotismo legadas por Bataille. Dois poemas delimitam nossa análise, “Aula de amor”, de Brecht e o primeiro poema de Júbilo, memória, noviciado da paixão, sem título, antecipado por “Dez chamamentos ao amigo”, de Hilst. Nessa perspectiva, apontamos elementos imagéticos que elucidam a compreensão do erotismo através de imagens (res)significadas pela linguagem na poética dos  autores."
    "modalidade" => null
    "area_tematica" => null
    "palavra_chave" => null
    "idioma" => null
    "arquivo" => "58336b0434c3ce9d3cf61344a1c6a7f9_425_191_.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:47"
    "updated_at" => "2020-06-10 13:10:12"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JOÃO PAULO FERNANDES"
    "autor_nome_curto" => "JOÃO PAULO"
    "autor_email" => "jp.rose@terra.com.br"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA - UFPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-abralic"
    "edicao_nome" => "Anais ABRALIC"
    "edicao_evento" => "Encontro da Associação Brasileira de Literatura Comparada"
    "edicao_ano" => 2012
    "edicao_pasta" => "anais/abralic/2012"
    "edicao_logo" => "5e49c718ed7fd_16022020195000.png"
    "edicao_capa" => "5f1733ddf238d_21072020152845.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2012-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 7
    "publicacao_nome" => "Revista ABRALIC"
    "publicacao_codigo" => "2317-157X"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 1823
    "edicao_id" => 7
    "trabalho_id" => 191
    "inscrito_id" => 425
    "titulo" => "(RES)SIGNIFICAÇÕES DO EROTISMO EM BRECHT E HILST"
    "resumo" => "Este texto objetiva explicitar algumas imagens simbólicas do erotismo em Bertolt Brecht e Hilda Hilst, especificamente no que tange à poesia, uma vez que ambos apresentam versatilidade em outros gêneros literários. A tentativa de aproximar a Alemanha e o Brasil é dada pela linguagem (res)significada, isto é, tentamos estabelecer diálogos que versem sobre o erotismo, metaforizados em suas poéticas. Tais aproximações são compreendidas a partir dos pressupostos teóricos da poesia, por Eliot e Pound entre outros, e as considerações sobre o erotismo legadas por Bataille. Dois poemas delimitam nossa análise, “Aula de amor”, de Brecht e o primeiro poema de Júbilo, memória, noviciado da paixão, sem título, antecipado por “Dez chamamentos ao amigo”, de Hilst. Nessa perspectiva, apontamos elementos imagéticos que elucidam a compreensão do erotismo através de imagens (res)significadas pela linguagem na poética dos  autores."
    "modalidade" => null
    "area_tematica" => null
    "palavra_chave" => null
    "idioma" => null
    "arquivo" => "58336b0434c3ce9d3cf61344a1c6a7f9_425_191_.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:47"
    "updated_at" => "2020-06-10 13:10:12"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JOÃO PAULO FERNANDES"
    "autor_nome_curto" => "JOÃO PAULO"
    "autor_email" => "jp.rose@terra.com.br"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA - UFPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-abralic"
    "edicao_nome" => "Anais ABRALIC"
    "edicao_evento" => "Encontro da Associação Brasileira de Literatura Comparada"
    "edicao_ano" => 2012
    "edicao_pasta" => "anais/abralic/2012"
    "edicao_logo" => "5e49c718ed7fd_16022020195000.png"
    "edicao_capa" => "5f1733ddf238d_21072020152845.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2012-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 7
    "publicacao_nome" => "Revista ABRALIC"
    "publicacao_codigo" => "2317-157X"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 19 de dezembro de 2012

Resumo

Este texto objetiva explicitar algumas imagens simbólicas do erotismo em Bertolt Brecht e Hilda Hilst, especificamente no que tange à poesia, uma vez que ambos apresentam versatilidade em outros gêneros literários. A tentativa de aproximar a Alemanha e o Brasil é dada pela linguagem (res)significada, isto é, tentamos estabelecer diálogos que versem sobre o erotismo, metaforizados em suas poéticas. Tais aproximações são compreendidas a partir dos pressupostos teóricos da poesia, por Eliot e Pound entre outros, e as considerações sobre o erotismo legadas por Bataille. Dois poemas delimitam nossa análise, “Aula de amor”, de Brecht e o primeiro poema de Júbilo, memória, noviciado da paixão, sem título, antecipado por “Dez chamamentos ao amigo”, de Hilst. Nessa perspectiva, apontamos elementos imagéticos que elucidam a compreensão do erotismo através de imagens (res)significadas pela linguagem na poética dos autores.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.