Artigo Anais I CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

ANÁLISE DAS CONCENTRAÇÕES DE CO E H2S PROVENIENTES DA BIODEGRADAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS

Palavra-chaves: RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS, GASES, CÉLULA EXPERIMENTAL Comunicação Oral (CO) Engenharia Sanitária e Ambiental
"2016-06-01 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 17786
    "edicao_id" => 41
    "trabalho_id" => 283
    "inscrito_id" => 24
    "titulo" => "ANÁLISE DAS CONCENTRAÇÕES DE CO E H2S PROVENIENTES DA BIODEGRADAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS"
    "resumo" => "Os transtornos decorrentes da geração dos Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) produzidos nas grandes cidades abrangem vários aspectos sociais, ambientais e de saúde pública. Dentro deste contexto, os aterros sanitários são uma das soluções mais viáveis para o tratamento e disposição dos RSU, porém, são considerados potenciais fontes de exposição humana a substâncias tóxicas. O objetivo deste trabalho é analisar as concentrações de CO e H2S em uma célula experimental de RSU, localizada na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), no estado da Paraíba, indicando o potencial de poluição atmosférica e os impactos causados à saúde humana. O estudo abrangeu as etapas de construção, coleta, amostragem e enchimento da célula experimental com os RSU de doze bairros da cidade de Campina Grande-PB. A célula experimental foi instrumentada com tubos para drenagem de gases e no monitoramento das concentrações de CO e H2S foi utilizado um detector portátil denominado Dräger. Alguns valores elevados nas medições de H2S foram observados, atingindo um máximo de 13 ppm. Concentrações desta magnitude podem ocasionar impactos adversos à saúde pública, devido à inalação desse gás, caso ultrapasse o limite de exposição permitido de 48 horas semanais. O monitoramento de CO realizado na célula experimental apresentou valores que comprometem a qualidade do ar, porém, o tempo de exposição para coleta e análise desse gás está dentro dos padrões de segurança."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "Engenharia Sanitária e Ambiental"
    "palavra_chave" => "RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS, GASES, CÉLULA EXPERIMENTAL"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV058_MD1_SA85_ID24_06052016235200.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:03"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:19:59"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "KELLIANNY OLIVEIRA AIRES"
    "autor_nome_curto" => "KELLIANNY AIRES"
    "autor_email" => "kelliannyoaires@hotmail.c"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conapesc"
    "edicao_nome" => "Anais I CONAPESC"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Ciências"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conapesc/2016"
    "edicao_logo" => "5e49fdc4b2730_16022020234316.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1841adc3860_22072020103957.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-01 00:00:00"
    "publicacao_id" => 28
    "publicacao_nome" => "Anais do Conapesc"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 17786
    "edicao_id" => 41
    "trabalho_id" => 283
    "inscrito_id" => 24
    "titulo" => "ANÁLISE DAS CONCENTRAÇÕES DE CO E H2S PROVENIENTES DA BIODEGRADAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS"
    "resumo" => "Os transtornos decorrentes da geração dos Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) produzidos nas grandes cidades abrangem vários aspectos sociais, ambientais e de saúde pública. Dentro deste contexto, os aterros sanitários são uma das soluções mais viáveis para o tratamento e disposição dos RSU, porém, são considerados potenciais fontes de exposição humana a substâncias tóxicas. O objetivo deste trabalho é analisar as concentrações de CO e H2S em uma célula experimental de RSU, localizada na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), no estado da Paraíba, indicando o potencial de poluição atmosférica e os impactos causados à saúde humana. O estudo abrangeu as etapas de construção, coleta, amostragem e enchimento da célula experimental com os RSU de doze bairros da cidade de Campina Grande-PB. A célula experimental foi instrumentada com tubos para drenagem de gases e no monitoramento das concentrações de CO e H2S foi utilizado um detector portátil denominado Dräger. Alguns valores elevados nas medições de H2S foram observados, atingindo um máximo de 13 ppm. Concentrações desta magnitude podem ocasionar impactos adversos à saúde pública, devido à inalação desse gás, caso ultrapasse o limite de exposição permitido de 48 horas semanais. O monitoramento de CO realizado na célula experimental apresentou valores que comprometem a qualidade do ar, porém, o tempo de exposição para coleta e análise desse gás está dentro dos padrões de segurança."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "Engenharia Sanitária e Ambiental"
    "palavra_chave" => "RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS, GASES, CÉLULA EXPERIMENTAL"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV058_MD1_SA85_ID24_06052016235200.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:03"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:19:59"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "KELLIANNY OLIVEIRA AIRES"
    "autor_nome_curto" => "KELLIANNY AIRES"
    "autor_email" => "kelliannyoaires@hotmail.c"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conapesc"
    "edicao_nome" => "Anais I CONAPESC"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Ciências"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conapesc/2016"
    "edicao_logo" => "5e49fdc4b2730_16022020234316.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1841adc3860_22072020103957.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-01 00:00:00"
    "publicacao_id" => 28
    "publicacao_nome" => "Anais do Conapesc"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 01 de junho de 2016

Resumo

Os transtornos decorrentes da geração dos Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) produzidos nas grandes cidades abrangem vários aspectos sociais, ambientais e de saúde pública. Dentro deste contexto, os aterros sanitários são uma das soluções mais viáveis para o tratamento e disposição dos RSU, porém, são considerados potenciais fontes de exposição humana a substâncias tóxicas. O objetivo deste trabalho é analisar as concentrações de CO e H2S em uma célula experimental de RSU, localizada na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), no estado da Paraíba, indicando o potencial de poluição atmosférica e os impactos causados à saúde humana. O estudo abrangeu as etapas de construção, coleta, amostragem e enchimento da célula experimental com os RSU de doze bairros da cidade de Campina Grande-PB. A célula experimental foi instrumentada com tubos para drenagem de gases e no monitoramento das concentrações de CO e H2S foi utilizado um detector portátil denominado Dräger. Alguns valores elevados nas medições de H2S foram observados, atingindo um máximo de 13 ppm. Concentrações desta magnitude podem ocasionar impactos adversos à saúde pública, devido à inalação desse gás, caso ultrapasse o limite de exposição permitido de 48 horas semanais. O monitoramento de CO realizado na célula experimental apresentou valores que comprometem a qualidade do ar, porém, o tempo de exposição para coleta e análise desse gás está dentro dos padrões de segurança.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.