Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 180
EM BUSCA DE SI E DO OUTRO: HOMOEROTISMO E SEXUALIDADE EM “PELA NOITE” DE CAIO FERNANDO ABREU

Palavra-chaves: CAIO FERNANDO ABREU, "PELA NOITE", PERSONAGENS, HOMOEROTISMO, HOMOEROTISMO Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Estudos literários, Gênero e Sexualidades Publicado em 03 de junho de 2015

Resumo

Escritores, através de imagens simbólicas e metafóricas, compartilham diversos e variados sentidos para colocar em foco formas de representação da busca de si mesmo e/ou do Outro, aspecto esse, que se verifica como uma marca na ficção do gaúcho Caio Fernando Abreu. Nesta perspectiva, objetivamos, nesse trabalho, analisar o conto “Pela noite”, integrante da obra Estranhos estrangeiros (1996), do referido escritor, dando destaque a questão do homoerotismo e da sexualidade que são desencadeadas por meio de uma procura incessante de si mesmo e do outro. Defende-se, que a questão do homoerotismo e da sexualidade em Caio enaltece por um lado, aspectos ideológicos – o preconceito sexual e a exclusão – por outro lado, o estranhamento do ser na busca de um espaço para expressar o amor abertamente e da aceitação enquanto sujeitos que fogem do paradigma social. Para a análise pretendida, consideramos significativas contribuições teóricas os estudos de Oliveira (2014), Lima (2008) no que se refere às construções poéticas de Abreu; Freud (1996) sobre o estranho; Jung (2008) em relação ao conceito de persona. Sob este modo de representação, o que se destaca nos seres ficcionais é o não reconhecimento de si motivado pela condição de estranhos que na ficção de Caio constituem elementos motores para se falar de identidade.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.