Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

APROPRIAÇÕES DE GÊNERO EM UM CONTEXTO DE EDUCAÇÃO INFANTIL

Palavra-chaves: RELAÇÕES DE GÊNERO, EDUCAÇÃO INFANTIL, TRANSGRESSÕES DE GÊNERO, CRIANÇAS, CRIANÇAS Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Gênero, Sexualidades e Educação
"2015-06-03 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 10515
    "edicao_id" => 31
    "trabalho_id" => 325
    "inscrito_id" => 1430
    "titulo" => "APROPRIAÇÕES DE GÊNERO EM UM CONTEXTO DE EDUCAÇÃO INFANTIL"
    "resumo" => "O artigo apresenta os modos pelas quais as crianças percebem, interpretam e negociam as relações de gênero no interior de uma instituição pública de Educação Infantil. Do ponto de vista teórico, o estudo articula os estudos de gênero e da sociologia da infância como forma de captar a complexidade e densidade das relações de gênero na infância. O trabalho de abordagem qualitativa buscou na articulação entre o desenho e a oralidade as formas de superar uma visão adultocêntrica nas análises das relações de gênero das crianças. Nas observações dos momentos de brincadeiras entre crianças de cinco anos foi possível identificar que, embora existam representações de gênero diversas entre as crianças, muitas delas associam a presença do masculino ao espaço público e do feminino aos espaços privados. Entretanto, quando as crianças estão entre si, decodificam tais representações de modo a realizar uma apropriação das representações de gênero de modo mais interativo e interpelativo do que meramente reprodutivo. O artigo termina apontando como implicações pedagógicas a necessidade de se aprofundar o conhecimento das relações de gênero no âmbito da Educação Infantil e na perspectiva das crianças."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "Gênero, Sexualidades e Educação"
    "palavra_chave" => "RELAÇÕES DE GÊNERO, EDUCAÇÃO INFANTIL, TRANSGRESSÕES DE GÊNERO, CRIANÇAS, CRIANÇAS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV046_MD1_SA2_ID1430_03052015140950.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:57"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:14:40"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "SANDRO VINICIUS SALES DOS SANTOS"
    "autor_nome_curto" => "SANDRO SANTOS"
    "autor_email" => "sandrovssantos@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-xi-conages"
    "edicao_nome" => "Anais XI CONAGES"
    "edicao_evento" => "XI Colóquio Nacional Representações de Gênero e de Sexualidades"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conages/2015"
    "edicao_logo" => "5e4d926732858_19022020165415.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1840e819853_22072020103640.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-06-03 00:00:00"
    "publicacao_id" => 16
    "publicacao_nome" => "Revista CONAGES"
    "publicacao_codigo" => "2177-4781"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 10515
    "edicao_id" => 31
    "trabalho_id" => 325
    "inscrito_id" => 1430
    "titulo" => "APROPRIAÇÕES DE GÊNERO EM UM CONTEXTO DE EDUCAÇÃO INFANTIL"
    "resumo" => "O artigo apresenta os modos pelas quais as crianças percebem, interpretam e negociam as relações de gênero no interior de uma instituição pública de Educação Infantil. Do ponto de vista teórico, o estudo articula os estudos de gênero e da sociologia da infância como forma de captar a complexidade e densidade das relações de gênero na infância. O trabalho de abordagem qualitativa buscou na articulação entre o desenho e a oralidade as formas de superar uma visão adultocêntrica nas análises das relações de gênero das crianças. Nas observações dos momentos de brincadeiras entre crianças de cinco anos foi possível identificar que, embora existam representações de gênero diversas entre as crianças, muitas delas associam a presença do masculino ao espaço público e do feminino aos espaços privados. Entretanto, quando as crianças estão entre si, decodificam tais representações de modo a realizar uma apropriação das representações de gênero de modo mais interativo e interpelativo do que meramente reprodutivo. O artigo termina apontando como implicações pedagógicas a necessidade de se aprofundar o conhecimento das relações de gênero no âmbito da Educação Infantil e na perspectiva das crianças."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "Gênero, Sexualidades e Educação"
    "palavra_chave" => "RELAÇÕES DE GÊNERO, EDUCAÇÃO INFANTIL, TRANSGRESSÕES DE GÊNERO, CRIANÇAS, CRIANÇAS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV046_MD1_SA2_ID1430_03052015140950.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:57"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:14:40"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "SANDRO VINICIUS SALES DOS SANTOS"
    "autor_nome_curto" => "SANDRO SANTOS"
    "autor_email" => "sandrovssantos@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-xi-conages"
    "edicao_nome" => "Anais XI CONAGES"
    "edicao_evento" => "XI Colóquio Nacional Representações de Gênero e de Sexualidades"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conages/2015"
    "edicao_logo" => "5e4d926732858_19022020165415.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1840e819853_22072020103640.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-06-03 00:00:00"
    "publicacao_id" => 16
    "publicacao_nome" => "Revista CONAGES"
    "publicacao_codigo" => "2177-4781"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 03 de junho de 2015

Resumo

O artigo apresenta os modos pelas quais as crianças percebem, interpretam e negociam as relações de gênero no interior de uma instituição pública de Educação Infantil. Do ponto de vista teórico, o estudo articula os estudos de gênero e da sociologia da infância como forma de captar a complexidade e densidade das relações de gênero na infância. O trabalho de abordagem qualitativa buscou na articulação entre o desenho e a oralidade as formas de superar uma visão adultocêntrica nas análises das relações de gênero das crianças. Nas observações dos momentos de brincadeiras entre crianças de cinco anos foi possível identificar que, embora existam representações de gênero diversas entre as crianças, muitas delas associam a presença do masculino ao espaço público e do feminino aos espaços privados. Entretanto, quando as crianças estão entre si, decodificam tais representações de modo a realizar uma apropriação das representações de gênero de modo mais interativo e interpelativo do que meramente reprodutivo. O artigo termina apontando como implicações pedagógicas a necessidade de se aprofundar o conhecimento das relações de gênero no âmbito da Educação Infantil e na perspectiva das crianças.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.