Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

Visualizações: 120
ESTÁGIO EM SAÚDE COLETIVA E GERONTOLOGIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Palavra-chaves: SAÚDE COLETIVA, IDOSOS, GERONTOLOGIA Relato de Experiência(RE) Fisioterapia

Resumo

Introdução: O estágio consiste em ações desenvolvidas no ambiente de trabalho, de caráter educativo, que visa à preparação para o trabalho produtivo dos educandos sob a supervisão de um profissional. Envolve atividades teórico-práticas, possibilitando aos estudantes aprimorar os conhecimentos obtidos no processo ensino-aprendizagem. O estágio de Fisioterapia em Saúde Coletiva e Gerontologia visa proporcionar ao estudante vivências no âmbito da atenção básica, considerando diferentes condições e necessidades sócio-sanitárias e funcionais da população adscrita, de forma que o estagiário possa desenvolver atividades nos âmbitos de prevenção, promoção e reabilitação, incluindo o trabalho interdisciplinar e a prática da Educação Popular em Saúde. Objetivo: Descrever e refletir sobre a experiência vivenciada no estágio supervisionado de Fisioterapia em Saúde Coletiva e Gerontologia da Faculdade Santa Maria, Cajazeiras-PB. Metodologia: Relato de experiência vivenciada no semestre 2013.1 por acadêmicos do oitavo período do curso de Fisioterapia, decorrente do componente curricular Estágio Supervisionado I. As atividades foram desenvolvidas com a população adscrita em uma unidade básica de saúde da família da cidade de Cajazeiras-PB, onde os estagiários foram divididos em grupos que atuavam neste campo, seis horas semanais. Essas atividades incluíram: atendimento domiciliar para a clientela que necessitava de cuidados em seu próprio domicílio; análise e proposta de intervenção ambiental e física para melhor funcionalidade do paciente e cuidador; confecção de um manual de cuidados fisioterapêuticos específico para cada paciente, enfatizando suas prioridades; discussão de casos clínicos com aprofundamento teórico; construção de um projeto terapêutico singular; e atividades de educação e promoção em saúde, como ações de combate a dengue em escola de ensino infantil e fundamental I localizada na região de abrangência da unidade. Resultados: A prática deste estágio contribuiu para a construção do perfil profissional fisioterapeuta, onde o estudante pôde vivenciar como se dá o processo de integralidade em saúde e o direcionamento das atividades, as quais vão de acordo com as demandas da comunidade. Diante desse campo, pôde ser despertada a necessidade da criatividade do estudante para a prática na atenção básica, bem como os instrumentos de trabalho que podem ser usados nesse nível de atenção, a atuação tanto na prevenção, quanto na promoção e reabilitação do paciente, visando também o papel do cuidador. Quanto ao trabalho interdisciplinar, este foi possível através da participação em uma equipe que envolvia estagiários de outros cursos, onde eram realizadas atividades diversas com um grupo de idosos. Além disso, por meio da construção de um projeto terapêutico singular, também pôde-se entender como se dá este processo. Conclusão: Portanto, o estágio possibilitou uma oportunidade de atuação da Fisioterapia dentro do contexto das políticas de saúde do Sistema Único de Saúde e no processo de envelhecimento humano, conseguindo alcançar os objetivos propostos do componente curricular.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.