Artigo Anais VII ENALIC

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-3234

Visualizações: 52
A AUTORIA COMO ESTRATEGIA E ENSINO DE GEOGRAFIA RESUMO:

Resumo

A investigação da pesquisa interroga os significados que os docentes do ensino da Geografia atribuem a autoria como estratégia utilizada em suas aulas. Objetivando investigar o lugar que as estratégias de ensino da Geografia ocupam como elemento componente do processo pedagógico do ensino. Adotamos como procedimento metodológico a investigação qualitativa, na modalidade de pesquisa participante, com apoio em diário construído no contato com os professores de ensino básico. A base teórica esta baseada em Paulo Freire (1997, 1999), para quem o aprendizado exige uma permanente reconstrução e tomada de consciência e Pedro Demo (2005) na defesa do processo de aprendizagem como autoria. Convivemos participando do cotidiano escolar das aulas de Geografia de cinco professores em cinco turmas de ensino fundamental durante dois meses, identificamos que a autoria nas propostas metodológicas como estratégias de ensino da Geografia foi significativa a prática da docência. Elaboraram-se atividades e materiais que favoreceram a interação com liberdade para construir suas próprias metodologias, propostas que desencadearam iniciativas criativas através do uso da música e envolvimento com as mensagens das letras que nomeiam localizações geográficas e conflitos ou modos de convivência; a dança de rua como forma de expressão vivida demonstrada no movimento que evidencia a convivência com a realidade de violência e exclusão na periferia da cidade; a modernização do modo de vida e a problemática ambiental; a percepção da paisagem cultural no ensino da geografia; a cartografia como instrumento na aproximação dos lugares e do mundo; Brasil país de contradições; desigualdade e desenvolvimento um mosaico de poder e pobreza; o que esta invisível nas ruas da cidade; ensino socializado, e outros. Os resultados significativos potencializaram as características do professor autor de suas próprias metodologias sintonizadas na realidade vivida com os alunos na escola, contextualizando o espaço geográfico com base científica dentro das categorias, paisagem,lugar, região e território, desafiando-os a pensar e não decorar, oportunizando diálogo deixando fluir a criatividade tecendo autoria entre pesquisa e a temática agregando as experiências positivas do professor. As contradições entre o escrito e o vivido foram minimizados, revelando que a autoria das metodologias constroem leitura de mundo da realidade vivida tanto local como no global construído na interação professor e aluno no ensino de Geografia.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.