Resumo Trabalho

AVALIAÇÃO DERMATOGLÍFICA EM JOGADORES UNIVERSITÁRIOS DE VOLEIBOL

Autor(es): HUGO POLITANO, CRISTIANO ISRAEL CAETANO, JOSÉ FRANCISO LÓPEZ-GIL, FERNANDO RENATO CAVICHIOLLI, FABIANA NEVES POLITANO, ANNA PAULA SILVÉRIO SILVA, DOUGLAS TRIBST COSTA, ÍDICO LUIZ PELLEGRINOTTI

NAS ÚLTIMAS DÉCADAS O ESPORTE QUE MAIS SE POPULARIZOU FOI, SEM SOMBRA DE DÚVIDA, O VOLEIBOL. AS CONQUISTAS INTERNACIONAIS DAS NOSSAS SELEÇÕES, O ESPAÇO NA MÍDIA OCUPADO POR ESSE ESPORTE, O SURGIMENTO DENTRO DELE DE NOVOS ÍDOLOS E O SUCESSO EM TERMOS DE MARKETING ESPORTIVO, TORNAM O VOLEIBOL O SEGUNDO ESPORTE DOS BRASILEIROS, SEJA PARA LAZER, SEJA PARA MANTER A SAÚDE, SEJA PARA COMPETIR DE FATO, PORTANTO É UM DOS ESPORTES MAIS PROCURADOS. O PRESENTE ESTUDO TEM COMO OBJETIVO IDENTIFICAR AS CARACTERÍSTICAS DERMATOGLÍFICAS E DA AGILIDADE EM JOGADORES UNIVERSITÁRIOS DE VOLEIBOL. A AMOSTRA FOI COMPOSTA POR 11 JOGADORES UNIVERSITÁRIOS DE VOLEIBOL DO SEXO MASCULINO, COM IDADES ENTRE 18 E 25 ANOS, PESO CORPORAL 73,92 ± 7,73KG, ESTATURA CORPORAL DE 182.2 ± 0,06CM E ÍNDICE DE MASSA CORPORAL (IMC) DE 22,22 ± 1,52KG/M2. A IDENTIFICAÇÃO DAS CARACTERÍSTICAS DERMATOGLÍFICAS FORAM ANALISADAS POR MEIO DAS IMPRESSÕES DIGITAIS (ID); NA IDENTIFICAÇÃO FORAM VERIFICADAS AS CARACTERÍSTICAS DOS MODELOS DAS IMPRESSÕES DIGITAIS PARA ATLETAS DE VOLEIBOL MASCULINO UNIVERSITÁRIO. OS RESULTADOS DAS CARACTERÍSTICAS DERMATOGLÍFICAS FORAM: D10= 12,8 ± 3,5; SQTL= 110,9 ± 28,5; L= 62,7%; W = 32,8% E A= 4,5%. TAMBÉM FICARAM ESTABELECIDOS OS TIPOS PREDOMINANTES DE FÓRMULA DIGITAL (%): AL = 9,09%; ALW= 18,18%; L>W + 18,18%; W>L = 27,27; 10L= 18,18%; L=W 9,09%. OS DADOS ANALISADOS DEMONSTRARAM A HOMOGENEIDADE DE TODOS OS DADOS ANALISADOS, CORROBORANDO COM AS CAPACIDADES DE POTÊNCIA, RESISTÊNCIA DE FORÇA E DE ENDURANCE. CONCLUI-SE QUE A DERMATOGLÍFIA PODE SER ADOTADA COMO MÉTODO VIÁVEL PARA SELEÇÃO, ORIENTAÇÃO E PREPARAÇÃO ESPORTIVA.

Veja o artigo completo: PDF