Resumo Trabalho

O CICLO INICIAL DA CARREIRA DOCENTE NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO FÍSICA.

Autor(es): TAYNARA FRANCO DE CARVALHO, CRISTIANO ISRAEL CAETANO, JOSÉ FRANCISO LÓPEZ-GIL, FERNANDO RENATO CAVICHIOLLI, SAMUEL DE SOUZA NETO

ESTUDOS A RESPEITO DO CICLO INICIAL DA CARREIRA DOCENTE TÊM REVELADO QUE NESSE PERÍODO, CORRESPONDENTE AOS PRIMEIROS ANOS DE INTERVENÇÃO, OCORRE À TRANSIÇÃO DA VIDA DE ESTUDANTE PARA O MUNDO DO TRABALHO, CONFIGURANDO-SE COMO TEMPO DE APRENDIZAGEM, NO QUAL O PROFESSOR PASSA POR UM CONFRONTO COM A DURA E COMPLEXA REALIDADE DO EXERCÍCIO DOCENTE. ESSA ETAPA É MARCADA POR DESAFIOS, TENSÕES, DESEQUILÍBRIOS E REORGANIZAÇÃO DAS EXPECTATIVAS QUANTO AO UNIVERSO PROFISSIONAL. PORTANTO, É NUM CENÁRIO MARCADO POR TENSÕES E APRENDIZAGENS INTENSIVAS QUE OS PROFESSORES INICIANTES DEVEM ADQUIRIR CONHECIMENTO PROFISSIONAL ALÉM DE CONSEGUIREM MANTER CERTO EQUILÍBRIO PESSOAL. É TAMBÉM NESSE PERÍODO QUE OS PROFESSORES COMEÇAM A REFLETIR SOBRE SUAS PRÓPRIAS EXPERIÊNCIAS ESTUDANTIS (SOCIALIZAÇÃO PRIMÁRIA), BEM COMO SOBRE A FORMAÇÃO ACADÊMICA INICIAL, POIS BUSCAM IDENTIFICAR O FOI SIGNIFICATIVO, ASSIM COMO AS POSSÍVEIS LACUNAS. DIANTE DESSE CENÁRIO, NO PRESENTE ESTUDO TIVEMOS COMO FOCO O CAMPO ESPECÍFICO DA EDUCAÇÃO FÍSICA, POIS COMO JÁ ELUCIDADO, O CICLO INICIAL DA PROFISSÃO TRAZ SUBJACENTE A ELE, UM CONJUNTO DE EXPERIÊNCIAS E SENTIMENTOS, IMPORTANTE PARA O EXERCÍCIO DA DOCÊNCIA. CONTUDO, É PRECISO LEVAR EM CONSIDERAÇÃO AS ESPECIFICIDADES DO CONTEXTO DE ATUAÇÃO. ASSIM, O FOCO DA PRESENTE PESQUISA CONCENTRA-SE EM PROFESSORES INICIANTES DE EDUCAÇÃO FÍSICA, TENDO COMO OBJETIVO INVESTIGAR OS ELEMENTOS QUE COMPÕEM O CICLO INICIAL DA CARREIRA DOS PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA. METODOLOGICAMENTE OPTOU-SE PELA PESQUISA QUALITATIVA, DESCRITIVA, TENDO COMO TÉCNICA DE COLETA DE DADOS A ENTREVISTA SEMIESTRUTURADA COM CINCO PROFESSORES EM INÍCIO DE CARREIRA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E, POSTERIORMENTE, À ANÁLISE DE CONTEÚDO. ENTRE OS RESULTADOS, NO QUE DIZ RESPEITO AOS ELEMENTOS QUE COMPÕEM O CICLO INICIAL DA CARREIRA, VERIFICAMOS QUE TAIS PROFESSORES VIVEM, POR UM LADO, SITUAÇÕES, DILEMAS QUE SÃO COMUNS AOS DEMAIS PROFESSORES DA ESCOLA (BUROCRATIZAÇÃO DA ESCOLA; CONFLITOS COM OS ALUNOS). CONTUDO, POR OUTRO LADO, ENFRENTAM DIFICULDADES QUE SÃO PRÓPRIAS DO ENSINO DESSA DISCIPLINA NA ESCOLA (FALTA DE LOCAL ADEQUADO PARA AS AULAS; FALTA DE RECONHECIMENTO DA ÁREA PELOS ALUNOS E PARES). DESSE MODO, CONSIDERAMOS QUE O PROFESSOR PRECISA SE ADAPTAR AO EXERCÍCIO DA PROFISSÃO, CONSTITUINDO UMA ROTINA DE TRABALHO, ASSIM COMO NÃO DEIXAR QUE AS ADVERSIDADES DO CONTEXTO O LEVEM AO ABANDONO DA PROFISSÃO. POR FIM, A GRANDE QUESTÃO QUE EMERGE É QUE PARECE QUE NEM AS UNIVERSIDADES, AS ESCOLAS E NEM OS SISTEMAS ESCOLARES, TEM DADO A DEVIDA ATENÇÃO AS DISCUSSÕES SOBRE A ETAPA DA ENTRADA NA CARREIRA, PELO CONTRÁRIO, COBRAM DO RECÉM-DOCENTE A MESMA COMPETÊNCIA DOS DEMAIS PROFESSORES OU AINDA UM MELHOR DESEMPENHO, ALEGANDO QUE ELE VEM COM CONHECIMENTOS ATUALIZADOS DA UNIVERSIDADE. APOIO: CAPES.

Veja o artigo completo: PDF