Resumo Trabalho

COCRIAÇÃO DE UM PROGRAMA PARA O DESENVOLVIMENTO DO CICLISMO DE PISTA NO BRASIL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Autor(es): NATALIA VARELA GONZALEZ, CRISTIANO ISRAEL CAETANO, JOSÉ FRANCISO LÓPEZ-GIL, FERNANDO RENATO CAVICHIOLLI, FERNANDO FERMINO, CARLOS ALBERTO ANARUMA, JOSÉ ROBERTO GNECCO

ESTE TRABALHO É UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DA COCRIAÇÃO DE UM PROGRAMA PARA O DESENVOLVIMENTO DO CICLISMO DE PISTA NO BRASIL E VISA APRESENTAR COMO OCORREU A CRIAÇÃO DOS FESTIVAIS DE CICLISMO DE PISTA. SE ANALISARMOS O CONTEXTO OLÍMPICO NÃO IDENTIFICAREMOS A PRESENÇA DE CICLISTAS BRASILEIROS NO PÓDIO, EMBORA O PAÍS TENHA CONDIÇÕES FAVORÁVEIS PARA O DESENVOLVIMENTO DA MODALIDADE E QUE EM UM PROGRAMA OLÍMPICO SEJAM DISPUTADAS 36 MEDALHAS NO VELÓDROMO. A PREPARAÇÃO DE UM ATLETA EM NÍVEL OLÍMPICO NÃO É ALGO SIMPLES. DE ACORDO COM ZAKHAROV (2003), A PREPARAÇÃO ESPORTIVA SE DÁ POR MEIO DE UM PROCESSO DE MUITOS ANOS, QUE VAI DESDE A PREPARAÇÃO PRELIMINAR ATÉ A MANUTENÇÃO DE RESULTADOS SUPERIORES, SENDO REPRESENTADA PELA UTILIZAÇÃO ORIENTADA DE TODO UM COMPLEXO DE FATORES E CONSTITUÍDA POR TRÊS SISTEMAS: SISTEMAS DE COMPETIÇÕES, SISTEMA DE TREINOS E SISTEMA DE FATORES COMPLEMENTARES. POR OUTRO LADO, O AMBIENTE ESPORTIVO ATUAL ENFRENTA PROBLEMAS QUE EXIGEM QUE NOVAS SOLUÇÕES SEJAM CRIADAS, BEM COMO SUAS RESTRIÇÕES SEJAM IDENTIFICADAS NO TOCANTE A PRATICABILIDADE, VIABILIDADE E DESEJABILIDADE, PARA QUE FAÇAM SENTIDO. ONZE TREINADORES DE CICLISMO DE PISTA, DURANTE O ESTÁGIO INTERNACIONAL DO CURSO DE ESPORTE DE ALTO RENDIMENTO DA ACADEMIA BRASILEIRA DE TREINADORES DO COMITÊ OLÍMPICO DO BRASIL, NA CIDADE DE MARINGÁ-PR, NO ANO DE 2016, SE REUNIRAM E, APLICANDO OS CONCEITOS DO DESIGN THINKIG, DIALOGARAM SOBRE QUAL O PROBLEMA MAIS IMPACTANTE E A SOLUÇÃO POSSÍVEL DE SER IMPLEMENTADA. OS TREINADORES CHEGARAM AO CONSENSO DE QUE O PRINCIPAL PROBLEMA, SOB A PERSPECTIVA DO SISTEMA DE PREPARAÇÃO ESPORTIVA, ESTAVA NA FALTA DE UM CALENDÁRIO DE COMPETIÇÕES. A SOLUÇÃO ENCONTRADA FOI A REALIZAÇÃO DE FESTIVAIS COM CARÁTER PEDAGÓGICO PARA CRIANÇAS E JOVENS COM OU SEM EXPERIÊNCIA EM CICLISMO. ESTAS AÇÕES, POSTERIORMENTE SE ESTENDERAM TAMBÉM PARA A REALIZAÇÃO DE EVENTOS PARA ATLETAS DAS CATEGORIAS ELITE E MÁSTER E, AO LONGO DOS ÚLTIMOS DOIS ANOS, NOVE EVENTOS FORAM REALIZADOS, POR MEIO DE PARCERIAS ENTRE OS TREINADORES E AS SECRETARIAS MUNICIPAIS DE ESPORTE, COM A CHANCELA DA FEDERAÇÃO PAULISTA E CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CICLISMO. PARA A ESTRUTURAÇÃO DO PROGRAMA ESPORTIVO DE UM PAÍS, HÁ NECESSIDADE DE ATUAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES QUE DESENVOLVAM PROCESSOS DE PLANEJAMENTO, IMPLANTAÇÃO, OPERACIONALIZAÇÃO E CONTROLE (MEIRA; BASTOS; BOHME, 2015). QUANDO OS PROBLEMAS SÃO DISCUTIDOS POR UM GRUPO DE PESSOAS ORGANIZADAS, AS SOLUÇÕES TENDEM A SER MAIS EFETIVAS. PORTANTO É POSSÍVEL DESENVOLVER O CICLISMO DE PISTA BRASILEIRO DE FORMA ORGANIZADA, EXPLORANDO A PARCERIA ENTRE OS MUNICÍPIOS, TREINADORES, PROFESSORES E ATLETAS.

Veja o artigo completo: PDF