Resumo Trabalho

RELAÇÃO ENTRE FORÇA DE PREENSÃO PALMAR E EQUILÍBRIO POSTURAL ESTÁTICO DE IDOSAS DA CIDADE DE LONDRINA/PR

Autor(es): BRUNA PRADO GOMES, CRISTIANO ISRAEL CAETANO, JOSÉ FRANCISO LÓPEZ-GIL, FERNANDO RENATO CAVICHIOLLI, CAMILA PEREIRA, RENATA PIRES TRICANICO MACIEL, MAYARA IMAIZUMI, RICHARD DIEGO MAGALHÃES CANTAGALLI, DENILSON DE CASTRO TEIXEIRA

O ENVELHECIMENTO OCORRE DE FORMA UNIVERSAL E IRREVERSÍVEL, NO QUAL REDUZ PROGRESSIVAMENTE A CAPACIDADE FUNCIONAL DO ORGANISMO. A REDUÇÃO DE FORÇA MUSCULAR E DO EQUILÍBRIO SÃO FATORES QUE PODEM COMPROMETER AS ATIVIDADES DE VIDA DIÁRIA E RESULTAR EM UM AUMENTO NA INCIDÊNCIA DE QUEDAS, INCAPACIDADE FUNCIONAL E MORTALIDADE. DESSA FORMA, O OBJETIVO DO ESTUDO FOI VERIFICAR A RELAÇÃO DA FORÇA DE PREENSÃO PALMAR (FPP) COM O EQUILÍBRIO ESTÁTICO NA POPULAÇÃO DA CIDADE DE LONDRINA/PR. EM UM ESTUDO CLÍNICO TRANSVERSAL, FORAM INCLUÍDOS 28 IDOSOS, COM IDADE MÉDIA DE 71,8 ANOS (±7,1 ANOS) E QUE NÃO PRATICARAM ATIVIDADE NOS ÚLTIMOS TRÊS MESES. OS IDOSOS REALIZARAM O TESTE DE EQUILÍBRIO ESTÁTICO EM UMA PLATAFORMA DE FORÇA (EMGSYSTEM-BIOMAC400) SOB DUAS CONDIÇÕES: UMA EM EQUILÍBRIO BIPODAL COM OS OLHOS ABERTOS NA SUPERFÍCIE ESTÁVEL E OUTRA NA MESMA POSIÇÃO, PORÉM EM UMA SUPERFÍCIE INSTÁVEL. FORAM FEITAS DUAS AVALIAÇÕES DE 30 SEGUNDOS EM CADA UMA DAS CONDIÇÕES, COM DESCANSO DE 30 SEGUNDOS ENTRE ELAS, E A MÉDIA DAS AVALIAÇÕES FORAM UTILIZADAS PARA AS ANÁLISES ESTATÍSTICAS. O TESTE DE FPP FOI MENSURADO POR MEIO DO DINAMÔMETRO MANUAL, EFETUADOS TRÊS TENTATIVAS EM AMBAS AS MÃOS E O MELHOR VALOR FORAM UTILIZADOS PARA AS ANÁLISES. A CORRELAÇÃO FOI FEITA PELO TESTE DE SPEARMAN PARA DADOS NÃO PARAMÉTRICOS. OS DADOS FORAM ANALISADOS PELO PROGRAMA SPSS (V. 22.0), E O NÍVEL DE SIGNIFICÂNCIA ADOTADO FOI DE 5% (P<0,05). NOS DADOS ENCONTRADOS NO TESTE DE EQUILÍBRIO BIPODAL EM SUPERFÍCIE ESTÁVEL, OBSERVOU-SE CORRELAÇÃO SIGNIFICATIVA MODERADA ENTRE AS VARIÁVEIS DE EQUILÍBRIO DE VELOCIDADE ÂNTERO-POSTERIOR (VEL A/P) E MÉDIO-LATERAIS (VEL M/L) COM A FPP DAS MÃOS DIREITA (MD) E ESQUERDA (ME) (VEL A/P VS. MD COM R=-0,611; VEL A/P VS. ME R=-0,566; VEL M/L VS. MD R=-0,599; VEL M/L VS. ME R=0,482), JÁ NO EQUILÍBRIO BIPODAL EM SUPERFÍCIE INSTÁVEL HOUVE UMA CORRELAÇÃO SIGNIFICATIVA MODERADA E FORTE ENTRE AS VARIÁVEIS DE EQUILÍBRIO DE OSCILAÇÃO A/P E M/L COM A FPP DE AMBAS AS MÃOS (VEL A/P VS. MD R=-0,620; VEL A/P VS. ME R=-0,622; VEL M/L VS. MD R=-0,710; VEL M/L VS. ME R=0,584). A REDUÇÃO DA FORÇA DE MEMBROS SUPERIORES ALÉM DE AFETAR O DESEMPENHO FUNCIONAL, PODE COMPROMETER TAMBÉM O CONTROLE POSTURAL. A PARTIR DA PESQUISA, PODE-SE OBSERVAR QUE QUANTO MAIOR A FPP MELHOR SERÁ O EQUILÍBRIO ESTÁTICO EM IDOSOS, PORÉM SUGEREM-SE OUTROS ESTUDOS COM UM NÚMERO DE AMOSTRA MAIOR E DISTINGUIDO PELO SEXO.

Veja o artigo completo: PDF