Resumo Trabalho

O "ESTADO DA ARTE" DA CAPOEIRA EM PERIÓDICOS NACIONAIS

Autor(es): RAFAEL SOARES BUFALO, CRISTIANO ISRAEL CAETANO, JOSÉ FRANCISO LÓPEZ-GIL, FERNANDO RENATO CAVICHIOLLI, GLAUBER BEDINI DE JESUS, FERNANDA MORETO IMPOLCETTO

Atualmente a capoeira É uma manifestaÇÃo cultural presente em diversos paÍses e que de certa forma vem conquistando e consolidando seu espaÇo como patrimÔnio cultural. Historicamente sabe-se que esse caminho nÃo tem sido fÁcil, desde seu surgimento diretamente ligado À chegada dos povos africanos escravizados ao Brasil por volta do sÉculo XVI, atÉ o reconhecimento da roda de capoeira como PatrimÔnio Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO em 2014, muitas foram as barreiras superadas e as heranÇas deixadas pela capoeira para a sociedade. Durante esse processo de descriminalizaÇÃo da capoeira, destacam-se as contribuiÇÕes relacionadas Às iniciativas de organizaÇÃo do ensino, que ajudaram a modificar a forma como a capoeira era vista pela sociedade. Mesmo desempenhando importante papel para o desenvolvimento da capoeira, a prÁtica pedagÓgica nÃo parece ser muito discutida na Área. O modelo de ensino-aprendizagem utilizado ainda apresenta influÊncia do ensino por meio das “escolas de ofÍcio” e parece nÃo acompanhar os avanÇos da organizaÇÃo da sociedade e da capoeira. Desse modo, o presente trabalho buscou investigar por meio de uma revisÃo de literatura do tipo “estado da arte”, como a comunidade acadÊmica tem contribuÍdo com a produÇÃo de conhecimento sobre a temÁtica capoeira, em especÍfico relacionado a assuntos pedagÓgicos. O levantamento da produÇÃo cientÍfica foi realizado, a partir da data inicial das publicaÇÕes veiculadas em sete periÓdicos nacionais, considerados pelo sistema Qualis/CAPES – no ano base 2015 e na Área 21 – como B2, B1 e A2, e se estendeu atÉ o primeiro bimestre de 2017. Foram analisados todos os artigos associados Às lutas, que posteriormente foram filtrados atÉ chegar À temÁtica em questÃo. ApÓs a verificaÇÃo, tabulaÇÃo e arquivamento, os trabalhos relacionados À capoeira foram categorizados com base nas principais subÁreas de concentraÇÃo dos programas de pÓs-graduaÇÃo da EducaÇÃo FÍsica no Brasil: biodinÂmica, sociocultural e pedagÓgica. Foram analisados no geral 5.192 artigos, sendo apenas 2,9% da Área das lutas e 0,9% referente À capoeira. Quando comparados ao total de artigos encontrado sobre lutas, os relacionados À capoeira correspondem a 29,8% das produÇÕes na Área. Com relaÇÃo À classificaÇÃo dos artigos de capoeira quanto Às subÁreas de concentraÇÃo, a sociocultural obteve o maior Índice, totalizando 29 artigos (64,4%), enquanto a pedagÓgica ficou em segundo lugar com 14 artigos (31,2%) e a biodinÂmica em Último com apenas dois artigos (4,4%). Conclui-se que a capoeira ocupa lugar de destaque nos estudos da Área das lutas, possuindo o maior nÚmero de artigos entre as lutas encontradas. Contudo, a Área pedagÓgica nÃo recebe o mesmo destaque nos estudos analisados, o que resulta em pouco material para discutir o processo de ensino-aprendizagem da capoeira, principalmente pelo motivo de nem sempre envolverem os personagens responsÁveis por disseminar o conhecimento, como mestres e professores de capoeira.

Veja o artigo completo: PDF