Resumo Trabalho

ADERÊNCIA E MOTIVAÇÃO DOS ADOLESCENTES DE ENSINO MÉDIO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR.

Autor(es): DEMERVAL ANDRADE DE SOUZA, CRISTIANO ISRAEL CAETANO, JOSÉ FRANCISO LÓPEZ-GIL, FERNANDO RENATO CAVICHIOLLI, JOSÉ ANGELO BARELA

A EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR APRESENTA DIMINUIÇÃO GRADUAL DA PARTICIPAÇÃO, INTERESSE E MOTIVAÇÃO NAS AULAS AO LONGO DOS ANOS, CONSIDERANDO PRINCIPALMENTE O FINAL DO ENSINO MÉDIO. PORTANTO, ENTENDER FATORES QUE PODEM ESTAR ASSOCIADOS A ESSE FENÔMENO É MUITO IMPORTANTE. O OBJETIVO DO PRESENTE ESTUDO FOI VERIFICAR O NÍVEL DE PARTICIPAÇÃO E FATORES ASSOCIADOS COM ESSA PARTICIPAÇÃO DE ALUNOS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO ENSINO MÉDIO. PARA TANTO, 149 ADOLESCENTES DA FAIXA ETÁRIA DE 14 A 18 ANOS, MATRICULADOS NO ENSINO MÉDIO, FORAM CONSIDERADOS. ESTES ALUNOS PERTENCIAM A 4 ESCOLAS DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO, DUAS ESCOLAS DA REDE PÚBLICA E DUAS DA REDE PARTICULAR. DOIS QUESTIONÁRIOS FORAM UTILIZADOS: O PRIMEIRO COM 12 PERGUNTAS FECHADAS VERSANDO SOBRE ASPECTOS RELACIONADOS ÀS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA, CONSIDERANDO 4 DIMENSÕES; O SEGUNDO FOI O SELF-PERCEPTION PROFILE FOR ADOLESCENTS, PARA AVALIAR A AUTOPERCEPÇÃO DE COMPETÊNCIAS EM 7 DOMÍNIOS. OS DADOS FORAM ANALISADOS DE ACORDO COM A ESTATÍSTICA DESCRITIVA (MÉDIA E DESVIO PADRÃO), SEPARANDO A AMOSTRA EM 3 FATORES: ESCOLA, SEXO E IDADE. A PONTUAÇÃO DOS QUESTIONÁRIOS FOI OBTIDA COM A UTILIZAÇÃO DA ESCALA LIKERT. O PRIMEIRO QUESTIONÁRIO COM 4 DIMENSÕES DE ATIVIDADE FÍSICA, APRESENTOU 4 ASSERÇÕES EM CADA UMA DELAS, TENDO COMO REFERÊNCIA O TOTAL MÍNIMO DE 16 E O MÁXIMO DE 80 PONTOS; O SEGUNDO QUESTIONÁRIO EM 7 DOMÍNIOS COM 5 ASSERÇÕES EM CADA UMA, TENDO COMO REFERÊNCIA O TOTAL MÍNIMO DE 35 E O MÁXIMO DE 140 PONTOS. FORAM UTILIZADAS ANÁLISES DE VARIÂNCIA (ANOVAS) PARA VERIFICAR POSSÍVEIS DIFERENÇAS ENTRE IDADE, SEXO E ESCOLA. ANÁLISES DE CORRELAÇÃO ENTRE OS DOIS QUESTIONÁRIOS TAMBÉM FORAM REALIZADAS. OS RESULTADOS OBTIDOS DEMONSTRARAM QUE O NÍVEL DE PARTICIPAÇÃO, INTERESSE E MOTIVAÇÃO PELAS ATIVIDADES PRÁTICAS APLICADAS NAS AULAS FOI MAIOR ENTRE OS ALUNOS DO SEXO MASCULINO DO QUE DO FEMININO, TANTO NAS ESCOLAS PÚBLICAS QUANTO NAS PARTICULARES E, AINDA MAIORES ENTRE OS RAPAZES DAS ESCOLAS PARTICULARES DO QUE DAS ESCOLAS PÚBLICAS. OS RESULTADOS NÃO INDICARAM RELAÇÃO ENTRE PERCEPÇÃO DE COMPETÊNCIA MOTORA E DE AUTOESTIMA COM O ENGAJAMENTO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA. A ANÁLISE SOBRE A RELAÇÃO ENTRE O INTERESSE PELAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA E AS EXPERIÊNCIAS EM ANOS ANTERIORES NAS ATIVIDADES FÍSICAS NA ESCOLA REVELOU QUE OS RAPAZES POSSUEM EXPERIÊNCIAS MAIS POSITIVAS DO QUE AS MOÇAS, TANTO NAS ESCOLAS PÚBLICAS QUANTO NAS PARTICULARES, DEMONSTRANDO QUE, QUANTO MAIOR O SUCESSO EM ATIVIDADES FÍSICAS NAS AULAS, MAIOR O ENGAJAMENTO NAS ATIVIDADES EM ANOS SUBSEQUENTES. DE FORMA GERAL, OS RESULTADOS DO PRESENTE ESTUDO INDICAM QUE O PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA TEM PAPEL FUNDAMENTAL E PODE INTERFERIR DIRETAMENTE NO NÍVEL DE PARTICIPAÇÃO, ENVOLVIMENTO E INTERESSE DOS ALUNOS NAS AULAS, UMA VEZ QUE OS DADOS RELACIONADOS AO RELACIONAMENTO DOS ALUNOS COM OS PROFESSORES FORAM MAIS POSITIVOS ENTRE OS ALUNOS DO SEXO MASCULINO DO QUE DO SEXO FEMININO. APOIO CAPES. E-MAIL: DEMERVAL.PROF@GMAIL.COM

Veja o artigo completo: PDF