Resumo Trabalho

CUSTOS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE COM MEDICAMENTOS, SEGUNDO PRESENÇA DE SOBREPESO/OBESIDADE: COORTE DE 4 ANOS

Autor(es): LUANA CAROLINA DE MORAIS, CRISTIANO ISRAEL CAETANO, JOSÉ FRANCISO LÓPEZ-GIL, FERNANDO RENATO CAVICHIOLLI, KELLY AKEMI KIKUTI KOYAMA, ITALO RIBEIRO LEMES, BRUNA CAMILO TURI-LYNCH, HENRIQUE LUIZ MONTEIRO, JAMILE SANCHES CODOGNO

A obesidade É doenÇa epidÊmica e multifatorial, estima-se que a doenÇa atingirÁ 21% das mulheres e 18% dos homens, em 2025 no mundo todo. Ainda, estÁ fortemente relacionada ao surgimento de outras doenÇas crÔnicas aumentando consequentemente o consumo de medicamentos. Desta forma, o objetivo do estudo foi investigar o impacto do sobrepeso/obesidade nos custos com medicamentos em adultos atendidos pelo Sistema Único de SaÚde (SUS) da cidade de Bauru, no perÍodo de 4 anos. As coletas foram realizadas em cinco Unidades BÁsicas de SaÚde (UBS) localizadas nas regiÕes norte, sul, leste, oeste e centro da cidade, nos anos 2010, 2012 e 2014. Os medicamentos foram analisados atravÉs dos prontuÁrios de cada paciente e classificados de acordo com a sua indicaÇÃo terapÊutica, segundo o dicionÁrio de especialidades farmacÊuticas, a soma de todos os medicamentos, independente da indicaÇÃo terapÊutica foi representada pelo gasto total. Os custos, de cada medicamento, foram fornecidos pela SecretÁria de SaÚde do municÍpio. A obesidade foi classificada segundo Índice de massa corporal (IMC) para comparaÇÃo, os participantes foram divididos em 3 grupos de acordo com a presenÇa de sobrepeso/obesidade (IMC ≥25 kg/m2) nos diferentes momentos de avaliaÇÃo (2010, 2012, 2014): i) sobrepeso/obeso em nenhum momento, ii) um ou dois momentos e iii) em todos os momentos. Na anÁlise estatÍstica a comparaÇÃo dos gastos com medicamentos nos 3 grupos formados foi realizada usando o teste de Kruskal-Wallis. A anÁlise de todos os dados foram realizados no programa BioEstat 5.2 e adotada para todas as anÁlises nÍvel de significÂncia de 5%. Os gastos foram maiores para o grupo que apresentou sobrepeso/obesidade em todos os momentos quando comparado com o grupo que apresentou sobrepreso/obesidade em apenas um momento para os seguintes grupos de medicamentos: doenÇas aparelho circulatÓrio (p=0,005), doenÇas do sangue e dos ÓrgÃoes hematopoÉticos e alguns transtornos imunitÁrios (p=0,022), doenÇas endÓcrinas, nutricionais e metabÓlicas (p=0,001). Para o gasto total com medicamentos o grupo que apresentou sobrepeso/obesidade em todos os momentos apresentou gastos superiores quando comparado ao grupo que nÃo apresentou em nenhum momento e tambÉm ao que apresentou em um ou dois momentos (p=0,003). Conclui-se que a presenÇa de sobrepeso/obesidade contribui para o aumento dos gastos com medicamentos no Sistema Único de SaÚde.

Veja o artigo completo: PDF