ANAIS de Evento Revista EPEA

ISBN: 978-85-61702-71-7 Artigos: 1 Quantidade de downloads: 212

É com alegria que estamos apresentando os Anais do XI EncontroPesquisas em Educação Ambiental, realizado de 07 a 10 de maio de2023. Após termos atravessado um momento de barbárie por quatro anosem nosso país com negacionismo, fake news, crise ambiental e sanitária, liberação de mais agrotóxicos, entre outras mazelas, além da pandemiaque chegou em 2020 e escancarou mais ainda as desigualdades sociais, conforme foi destacado na obra “Os condenados da Pandemia”, organi-zada por Michèle Sato, em 2020, conseguimos realizar o EPEA em quatro dias de evento na Universidade Federal da Bahia, com parceria da Universidade Estadual de Feira de Santana. Temos aqui o registro dos trabalhos apresentados sobre pesquisas em Educação Ambiental realizadas e em andamento nos diversos grupos de pesquisa e programas de pós-graduação do Brasil. Para a XI edição do EPEA, reconfiguramos os títulos e ementas de alguns GDP para atender as demandas de temas emergentes que têm aparecido em edições anteriores. Com isso, nosso propósito foi de encararmos o desafio de tentarmos refletir e pôr em prática aquilo que tanto almejamos para a pesquisa em Educação Ambiental contemporânea, sobretudo em parceria com pesquisadores/as dos movimentos sociais e identitários. Há um provérbio africano que diz: "Se quer ir rápido, vá sozinho. Se quer ir longe, vá em grupo”. Considero que esse provérbio representa bem a comissão organizadora, e o coletivo de autoras e autores que apresentaram os trabalhos e que estão reunidos neste material. Finalizamos esta apresentação com o registro de um fragmento de autoria da saudosa Michèle Sato, que partiu deste plano um pouco tempo depois da realização do XI EPEA. Na página 24, do número especial da Revista Educação: Teoria e Prática, referente ao I EPEA, há um artigo nomeado “Apaixonadamente Educadora Ambiental”: uma pesquisa em EA deve ter ecos, além mares, ares, terras e fogos. Tem que ser intensa em seus contrastes de formas, representações, volumes e composições. Só assim poderemos encontrar um plano dinâmico sob uma nova Anais do XI Encontro de Pesquisa em Educação Ambiental Pesquisa em Educação Ambiental, antiecologismo e práxis política: Quais conhecimentos para qual sociedade? essência do conhecimento. Um conhecimento enraizado em sonhos, que permaneça no impulso criativo e crítico das diversas formas de existência e que, sobremaneira, consiga novas formas de ultrapassagens às violências vivenciadas pela nossa era. A busca deste desejo nos revela que não somos testemunhas da civilização e barbárie. A EA deve ter o compromisso de permitir sermos protagonistas para alcançar a utopia – apaixonadamente e sempre!

Que com essas palavras e o registro dos trabalhos apresentados, possamos cumprir esse compromisso proposto pela querida Michèle!

Comissão Organizadora do XI EPEA

Compartilhe: