E-book IV FIPED / Edição 2012

E-book

ISBN: 978-85-61702-20-5
IV Fórum Internacional de Pedagogia (FIPED)

E-book IV FIPED: "Emancipação Humana, Práxis Docente, Trabalho e Educação "

Prefácio

Esta coletânea é resultado de diversos debates entre, conferências, mesas redondas, oficinas, minicursos e apresentação de resultados de investigações em torno da Pesquisa em Educação e afins. Áreas do conhecimento estas, abstraídas do contínuo da existência humana, em torno de suas contradições e múltiplas interações sociais, políticas e econômicas. Em vivência do IV Fórum Internacional de Pedagogia – Parnaíba – PI em junho de 2012 - os diversos colaboradores desse escopo apresentam reflexões em torno das categorias Pesquisa, Emancipação Humana, Práxis Docente, Trabalho e Educação, no intuito de destinar á comunidade a atualização de seus estudos/análises e a compreensão dos fenômenos educacionais sobre os quais se debruçam enquanto pesquisadores.

A percepção da temática “Emancipação Humana” nos remete a vislumbrar o Homem e a Mulher na sociedade do trabalho, arraigados na cultura em sua expressão mais ampla, produto das relações cotidianas, em busca de consolidar sua identidade como seres humanos. Para a emancipação do ser humano de sua condição de explorado é preciso investir esforços na transformação da sociedade que escraviza, que inviabiliza a dignidade humana e emperra a ação cultural para a liberdade, papel da educação. A proposta do IV FIPED foi ampliar o olhar crítico sobre o humano e relacionar condição humana, práxis transformadora, trabalho e educação.

Na busca por uma Pedagogia crítica, inquieta com o modo como estamos conduzindo as relações humanas e como produzimos a sociedade do conhecimento, procuramos problematizar os fenômenos educacionais e investigar as relações entre as práticas pedagógicas e o empoderamento político, a construção da autonomia e a concretização de espaços e lutas coletivas em prol de transformações estruturais concretas. O cumprimento dessa tarefa histórica está diretamente implicada na constituição da consciência política, atribuição irrevogável da educação. Nesse sentido, como Paulo Freire (2002) nos ensinou “a leitura do mundo precede a da palavra” e isso significa não só que estamos repletos de experimentações e saberes produzidos nas relações sociais, como precisamos desenvolver a capacidade crítica a fim de perceber as nuances dos elementos que estruturam a realidade social. 
Ver mais
Compartilhe:

Visualização do E-book