Artigo Anais VI CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

IDOSOS COM TRANSTORNO DEPRESSIVO RECORRENTE: AVALIAÇÃO DE CASOS E SUAS ALTERAÇÕES NA SENILIDADE

Palavra-chaves: IDOSOS, DEPRESSÃO, MORTALIDADE Pôster (PO) AT 02: Doenças Biopsicossociais no Processo de Envelhecimento
"2019-06-26 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 53684
    "edicao_id" => 109
    "trabalho_id" => 1464
    "inscrito_id" => 1141
    "titulo" => """
      IDOSOS COM TRANSTORNO DEPRESSIVO RECORRENTE:\r\n
      AVALIAÇÃO DE CASOS E SUAS ALTERAÇÕES NA SENILIDADE
      """
    "resumo" => "O PROCESSO DE ENVELHECIMENTO HUMANO ACARRETA EM IMPACTOS NA QUALIDADE DE VIDA QUE ALTERARAM AS ESFERAS BIOPSICOSSOCIAIS DOS INDIVÍDUOS, SEJA POR MEIO DA SENESCÊNCIA OU PELA SENILIDADE, BENEFICIANDO A CONSTRUÇÃO SOCIOCULTURAL DO ENVELHECER. POR OUTRO LADO, PODEM OCASIONAR DIFICULDADES NO EXERCÍCIO DA AUTONOMIA, SUJEITANDO-OS À VULNERABILIDADE. DEVIDO AS MUDANÇAS INERENTES AO PROCESSO, SURGEM PATOLOGIAS QUE AFETAM OS SUPORTES FISIOLÓGICOS, COMO TAMBÉM, OS PSICOLÓGICOS. O TRANSTORNO DEPRESSIVO AFETA OS ASPECTOS INDIVIDUAIS E COLETIVOS DOS SUJEITOS, SUBMETENDO-OS A PREJUÍZOS NO DESEMPENHO DAS ATIVIDADES COTIDIANAS, NAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS E NO AUMENTO DO CUSTO DOS TRATAMENTOS NESTE SENTINDO, BUSCOU-SE DEFINIR AS CARACTERÍSTICAS E OS FATORES QUE ALTERAM A SENILIDADE ACOMETIDA PELO TRANSTORNO DEPRESSIVO. TRATA-SE DE UM ESTUDO DESCRITIVO DE ABORDAGEM QUALITATIVA, UTILIZANDO DADOS SECUNDÁRIOS DE DOMÍNIO PÚBLICO, INFORMADOS PELOS SISTEMA DE INFORMAÇÃO SOBRE MORTALIDADE, CORRESPONDENTES AOS ANOS DE 2014 A 2018. FORAM INVESTIGADAS AS CAUSAS DA MORTALIDADE EM IDOSOS RELACIONADAS AO TRANSTORNO DEPRESSIVO, DE ACORDO COM A IDADE, O SEXO, A RAÇA/COR, E O LOCAL DA OCORRÊNCIA. VERIFICOU-SE QUE ENTRE OS ANOS PESQUISADOS, A MÉDIA DE IDADE FOI ENTRE 70 E MAIOR QUE 80 ANOS, COM ÓBITOS OCORRENDO EM ÂMBITO DOMICILIAR, SENDO A POPULAÇÃO FEMININA DE RAÇA BRANCA DETENTORA DOS MAIORES REGISTROS. CONSIDERANDO A ALTA TAXA DE MORTALIDADE BRASILEIRA, O TRANSTORNO DEPRESSIVO APARECE DE FORMA EMERGENTE, DENTRE A POPULAÇÃO FEMININA, DEMONSTRANDO A CARÊNCIA EM SUA QUALIDADE DE VIDA, EXPONDO-AS AOS RISCOS DE VULNERABILIDADE, SEJA EM MEIO SOCIAL QUANDO POLÍTICO E CULTURAL."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT 02: Doenças Biopsicossociais no Processo de Envelhecimento"
    "palavra_chave" => "IDOSOS, DEPRESSÃO, MORTALIDADE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV125_MD4_SA2_ID1141_10062019235216.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:53:29"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ANGÉLICA BARROS ARAÚJO"
    "autor_nome_curto" => "ANGÉLICA B. ARAÚJO"
    "autor_email" => "angelicabarros12@hotmail."
    "autor_ies" => "CENTRO UNIVERSITÁRIO DE JOÃO PESSOA -UNIPÊ"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-vi-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais VI CIEH"
    "edicao_evento" => "VI Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2019"
    "edicao_logo" => "5e49e780eec9b_16022020220816.png"
    "edicao_capa" => "5ee370c6dba9e_12062020091046.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-06-26 00:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 53684
    "edicao_id" => 109
    "trabalho_id" => 1464
    "inscrito_id" => 1141
    "titulo" => """
      IDOSOS COM TRANSTORNO DEPRESSIVO RECORRENTE:\r\n
      AVALIAÇÃO DE CASOS E SUAS ALTERAÇÕES NA SENILIDADE
      """
    "resumo" => "O PROCESSO DE ENVELHECIMENTO HUMANO ACARRETA EM IMPACTOS NA QUALIDADE DE VIDA QUE ALTERARAM AS ESFERAS BIOPSICOSSOCIAIS DOS INDIVÍDUOS, SEJA POR MEIO DA SENESCÊNCIA OU PELA SENILIDADE, BENEFICIANDO A CONSTRUÇÃO SOCIOCULTURAL DO ENVELHECER. POR OUTRO LADO, PODEM OCASIONAR DIFICULDADES NO EXERCÍCIO DA AUTONOMIA, SUJEITANDO-OS À VULNERABILIDADE. DEVIDO AS MUDANÇAS INERENTES AO PROCESSO, SURGEM PATOLOGIAS QUE AFETAM OS SUPORTES FISIOLÓGICOS, COMO TAMBÉM, OS PSICOLÓGICOS. O TRANSTORNO DEPRESSIVO AFETA OS ASPECTOS INDIVIDUAIS E COLETIVOS DOS SUJEITOS, SUBMETENDO-OS A PREJUÍZOS NO DESEMPENHO DAS ATIVIDADES COTIDIANAS, NAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS E NO AUMENTO DO CUSTO DOS TRATAMENTOS NESTE SENTINDO, BUSCOU-SE DEFINIR AS CARACTERÍSTICAS E OS FATORES QUE ALTERAM A SENILIDADE ACOMETIDA PELO TRANSTORNO DEPRESSIVO. TRATA-SE DE UM ESTUDO DESCRITIVO DE ABORDAGEM QUALITATIVA, UTILIZANDO DADOS SECUNDÁRIOS DE DOMÍNIO PÚBLICO, INFORMADOS PELOS SISTEMA DE INFORMAÇÃO SOBRE MORTALIDADE, CORRESPONDENTES AOS ANOS DE 2014 A 2018. FORAM INVESTIGADAS AS CAUSAS DA MORTALIDADE EM IDOSOS RELACIONADAS AO TRANSTORNO DEPRESSIVO, DE ACORDO COM A IDADE, O SEXO, A RAÇA/COR, E O LOCAL DA OCORRÊNCIA. VERIFICOU-SE QUE ENTRE OS ANOS PESQUISADOS, A MÉDIA DE IDADE FOI ENTRE 70 E MAIOR QUE 80 ANOS, COM ÓBITOS OCORRENDO EM ÂMBITO DOMICILIAR, SENDO A POPULAÇÃO FEMININA DE RAÇA BRANCA DETENTORA DOS MAIORES REGISTROS. CONSIDERANDO A ALTA TAXA DE MORTALIDADE BRASILEIRA, O TRANSTORNO DEPRESSIVO APARECE DE FORMA EMERGENTE, DENTRE A POPULAÇÃO FEMININA, DEMONSTRANDO A CARÊNCIA EM SUA QUALIDADE DE VIDA, EXPONDO-AS AOS RISCOS DE VULNERABILIDADE, SEJA EM MEIO SOCIAL QUANDO POLÍTICO E CULTURAL."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT 02: Doenças Biopsicossociais no Processo de Envelhecimento"
    "palavra_chave" => "IDOSOS, DEPRESSÃO, MORTALIDADE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV125_MD4_SA2_ID1141_10062019235216.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:53:29"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ANGÉLICA BARROS ARAÚJO"
    "autor_nome_curto" => "ANGÉLICA B. ARAÚJO"
    "autor_email" => "angelicabarros12@hotmail."
    "autor_ies" => "CENTRO UNIVERSITÁRIO DE JOÃO PESSOA -UNIPÊ"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-vi-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais VI CIEH"
    "edicao_evento" => "VI Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2019"
    "edicao_logo" => "5e49e780eec9b_16022020220816.png"
    "edicao_capa" => "5ee370c6dba9e_12062020091046.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-06-26 00:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 26 de junho de 2019

Resumo

O PROCESSO DE ENVELHECIMENTO HUMANO ACARRETA EM IMPACTOS NA QUALIDADE DE VIDA QUE ALTERARAM AS ESFERAS BIOPSICOSSOCIAIS DOS INDIVÍDUOS, SEJA POR MEIO DA SENESCÊNCIA OU PELA SENILIDADE, BENEFICIANDO A CONSTRUÇÃO SOCIOCULTURAL DO ENVELHECER. POR OUTRO LADO, PODEM OCASIONAR DIFICULDADES NO EXERCÍCIO DA AUTONOMIA, SUJEITANDO-OS À VULNERABILIDADE. DEVIDO AS MUDANÇAS INERENTES AO PROCESSO, SURGEM PATOLOGIAS QUE AFETAM OS SUPORTES FISIOLÓGICOS, COMO TAMBÉM, OS PSICOLÓGICOS. O TRANSTORNO DEPRESSIVO AFETA OS ASPECTOS INDIVIDUAIS E COLETIVOS DOS SUJEITOS, SUBMETENDO-OS A PREJUÍZOS NO DESEMPENHO DAS ATIVIDADES COTIDIANAS, NAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS E NO AUMENTO DO CUSTO DOS TRATAMENTOS NESTE SENTINDO, BUSCOU-SE DEFINIR AS CARACTERÍSTICAS E OS FATORES QUE ALTERAM A SENILIDADE ACOMETIDA PELO TRANSTORNO DEPRESSIVO. TRATA-SE DE UM ESTUDO DESCRITIVO DE ABORDAGEM QUALITATIVA, UTILIZANDO DADOS SECUNDÁRIOS DE DOMÍNIO PÚBLICO, INFORMADOS PELOS SISTEMA DE INFORMAÇÃO SOBRE MORTALIDADE, CORRESPONDENTES AOS ANOS DE 2014 A 2018. FORAM INVESTIGADAS AS CAUSAS DA MORTALIDADE EM IDOSOS RELACIONADAS AO TRANSTORNO DEPRESSIVO, DE ACORDO COM A IDADE, O SEXO, A RAÇA/COR, E O LOCAL DA OCORRÊNCIA. VERIFICOU-SE QUE ENTRE OS ANOS PESQUISADOS, A MÉDIA DE IDADE FOI ENTRE 70 E MAIOR QUE 80 ANOS, COM ÓBITOS OCORRENDO EM ÂMBITO DOMICILIAR, SENDO A POPULAÇÃO FEMININA DE RAÇA BRANCA DETENTORA DOS MAIORES REGISTROS. CONSIDERANDO A ALTA TAXA DE MORTALIDADE BRASILEIRA, O TRANSTORNO DEPRESSIVO APARECE DE FORMA EMERGENTE, DENTRE A POPULAÇÃO FEMININA, DEMONSTRANDO A CARÊNCIA EM SUA QUALIDADE DE VIDA, EXPONDO-AS AOS RISCOS DE VULNERABILIDADE, SEJA EM MEIO SOCIAL QUANDO POLÍTICO E CULTURAL.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.