Artigo Anais II CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

PREVALÊNCIA DE MORBIDADES E CONSUMO DE MEDICAMENTOS POR PESSOAS IDOSAS

Palavra-chaves: IDOSO, MEDICAMENTOS DE USO CONTÍNUO, DOENÇAS Pôster (PO) AT 01: Gerontologia Social
"2018-11-22 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1638
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 50412
    "edicao_id" => 102
    "trabalho_id" => 114
    "inscrito_id" => 627
    "titulo" => "PREVALÊNCIA DE MORBIDADES E CONSUMO DE MEDICAMENTOS POR PESSOAS IDOSAS"
    "resumo" => "INTRODUÇÃO: A fase do envelhecimento proporcionam transformações significativas. Com o avançar da idade, os idosos ficam propensos a adquirir doenças e com isso acabam necessitando utilizar medicamentos de uso contínuo. OBJETIVOS: Caracterizar idosos institucionalizados quanto à ocorrência de doenças e o consumo de medicamentos. METODOLOGIA: Estudo transversal, qualitativo, desenvolvido em agosto de 2017 através da análise dos prontuários de 30 idosas da ILPI feitos por docente e discentes do curso Bacharelado em Enfermagem da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Incluíram-se no estudo 30 idosas do sexo feminino onde residem na ILPI, com idade média de 77 anos, e as quais possuem doenças crônicas do envelhecimento, e portanto, utilizam vários medicamentos de uso contínuo para o tratamento e controle de várias doenças. A pesquisa seguiu os preceitos éticos e legais conforme a Resolução 466/12, com parecer favorável da COEP da Universidade Estadual de Ponta Grossa sob número 561.535. RESULTADOS E DISCUSSÃO: De 30 idosas, uma possui 5 doenças ou mais, 14 possui 3 ou 4 doenças, e as que possuem 2 doenças ou somente uma foram dez idosas. As doenças relacionadas são do sistema nervoso central, hipertensão arterial sistêmica diabetes mellitus entre outras doenças. Quanto à quantidade de medicamentos, 22 fazem uso de 5 medicamentos ou mais, 8 fazem uso de 2 a 4 medicamentos de uso contínuo. CONCLUSÃO: A identificação e análise de doenças e, especialmente, dos medicamentos consumidos por idosos residentes em ILPI favorece a identificação de efeitos colaterais e outros eventos adversos."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT 01: Gerontologia Social"
    "palavra_chave" => "IDOSO, MEDICAMENTOS DE USO CONTÍNUO, DOENÇAS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV114_MD4_SA1_ID627_02102018013139.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:37"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:07:05"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "KAMILA MOREIRA"
    "autor_nome_curto" => "KAMILA MOREIRA"
    "autor_email" => "kamilady2013@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais II CNEH"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2018"
    "edicao_logo" => "5e49f6503c6b5_16022020231128.png"
    "edicao_capa" => "5f183e545df20_22072020102540.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-11-22 00:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 50412
    "edicao_id" => 102
    "trabalho_id" => 114
    "inscrito_id" => 627
    "titulo" => "PREVALÊNCIA DE MORBIDADES E CONSUMO DE MEDICAMENTOS POR PESSOAS IDOSAS"
    "resumo" => "INTRODUÇÃO: A fase do envelhecimento proporcionam transformações significativas. Com o avançar da idade, os idosos ficam propensos a adquirir doenças e com isso acabam necessitando utilizar medicamentos de uso contínuo. OBJETIVOS: Caracterizar idosos institucionalizados quanto à ocorrência de doenças e o consumo de medicamentos. METODOLOGIA: Estudo transversal, qualitativo, desenvolvido em agosto de 2017 através da análise dos prontuários de 30 idosas da ILPI feitos por docente e discentes do curso Bacharelado em Enfermagem da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Incluíram-se no estudo 30 idosas do sexo feminino onde residem na ILPI, com idade média de 77 anos, e as quais possuem doenças crônicas do envelhecimento, e portanto, utilizam vários medicamentos de uso contínuo para o tratamento e controle de várias doenças. A pesquisa seguiu os preceitos éticos e legais conforme a Resolução 466/12, com parecer favorável da COEP da Universidade Estadual de Ponta Grossa sob número 561.535. RESULTADOS E DISCUSSÃO: De 30 idosas, uma possui 5 doenças ou mais, 14 possui 3 ou 4 doenças, e as que possuem 2 doenças ou somente uma foram dez idosas. As doenças relacionadas são do sistema nervoso central, hipertensão arterial sistêmica diabetes mellitus entre outras doenças. Quanto à quantidade de medicamentos, 22 fazem uso de 5 medicamentos ou mais, 8 fazem uso de 2 a 4 medicamentos de uso contínuo. CONCLUSÃO: A identificação e análise de doenças e, especialmente, dos medicamentos consumidos por idosos residentes em ILPI favorece a identificação de efeitos colaterais e outros eventos adversos."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT 01: Gerontologia Social"
    "palavra_chave" => "IDOSO, MEDICAMENTOS DE USO CONTÍNUO, DOENÇAS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV114_MD4_SA1_ID627_02102018013139.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:37"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:07:05"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "KAMILA MOREIRA"
    "autor_nome_curto" => "KAMILA MOREIRA"
    "autor_email" => "kamilady2013@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais II CNEH"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2018"
    "edicao_logo" => "5e49f6503c6b5_16022020231128.png"
    "edicao_capa" => "5f183e545df20_22072020102540.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-11-22 00:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 22 de novembro de 2018

Resumo

INTRODUÇÃO: A fase do envelhecimento proporcionam transformações significativas. Com o avançar da idade, os idosos ficam propensos a adquirir doenças e com isso acabam necessitando utilizar medicamentos de uso contínuo. OBJETIVOS: Caracterizar idosos institucionalizados quanto à ocorrência de doenças e o consumo de medicamentos. METODOLOGIA: Estudo transversal, qualitativo, desenvolvido em agosto de 2017 através da análise dos prontuários de 30 idosas da ILPI feitos por docente e discentes do curso Bacharelado em Enfermagem da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Incluíram-se no estudo 30 idosas do sexo feminino onde residem na ILPI, com idade média de 77 anos, e as quais possuem doenças crônicas do envelhecimento, e portanto, utilizam vários medicamentos de uso contínuo para o tratamento e controle de várias doenças. A pesquisa seguiu os preceitos éticos e legais conforme a Resolução 466/12, com parecer favorável da COEP da Universidade Estadual de Ponta Grossa sob número 561.535. RESULTADOS E DISCUSSÃO: De 30 idosas, uma possui 5 doenças ou mais, 14 possui 3 ou 4 doenças, e as que possuem 2 doenças ou somente uma foram dez idosas. As doenças relacionadas são do sistema nervoso central, hipertensão arterial sistêmica diabetes mellitus entre outras doenças. Quanto à quantidade de medicamentos, 22 fazem uso de 5 medicamentos ou mais, 8 fazem uso de 2 a 4 medicamentos de uso contínuo. CONCLUSÃO: A identificação e análise de doenças e, especialmente, dos medicamentos consumidos por idosos residentes em ILPI favorece a identificação de efeitos colaterais e outros eventos adversos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.