Artigo Anais V CEDUCE

ANAIS de Evento

ISSN: 2447-035X

IDENTIDADE ÉTNICO-RACIAL: A COR DA PELE

Palavra-chaves: COR DA PELE, IDENTIDADE, POLÍTICAS PÚBLICAS Comunicação Oral (CO) Grupo de Trabalhos 08 - Relações étnico-raciais e cotidiano escolar
"2018-07-17 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 42538
    "edicao_id" => 90
    "trabalho_id" => 36
    "inscrito_id" => 254
    "titulo" => "IDENTIDADE ÉTNICO-RACIAL: A COR DA PELE"
    "resumo" => "A pesquisa faz uma análise quali-quantitativa sobre a identidade étnico-racial dos alunos do ensino médio da E.E. Kakunosuke Hasegawa, na cidade de Itaquaquecetuba-SP, envolvendo nela questões sobre a cor da pele e suas implicações de pertencimento no contexto escolar para alcançar dados estatísticos, exclusivamente voltados ao empoderamento da identidade étnico-racial negra. Há tempos vêm se questionando acerca da desigualdade profissional e social que ocupa a classe trabalhadora e outros posicionamentos sociais impostos pela identidade racial atrelado a cor da pele. A pesquisa faz um levantamento sobre a atual legislação brasileira sobre a temática, incluindo os direitos exclusivos a educação e a cultura do homem negro. É importante ressaltar que os questionários aplicados colocam os entrevistados na posição de empoderamento e de reconhecimento da sua identidade étnico-racial. Com os resultados é possível refletir sobre as aulas “brancas” propostas pelos professores, para alunos “pretos”, realidade escolar e a recomendação de uma reformulação sobre as situações de aprendizagens voltadas para os alunos, respeitando o seu espaço sócio-educacional. Ao final se observa a predominância da cor da pele da instituição pesquisada e outras informações pertinentes a identidade étnica/racial."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "Grupo de Trabalhos 08 - Relações étnico-raciais e cotidiano escolar"
    "palavra_chave" => "COR DA PELE, IDENTIDADE, POLÍTICAS PÚBLICAS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV111_MD1_SA8_ID254_07032018220723.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:26"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:16:34"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "RAFAEL CORREIA LIMA"
    "autor_nome_curto" => "RAFAEL CLIMA"
    "autor_email" => "rafaclimarte@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDAD NACIONAL DE ROSARIO"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-v-ceduce"
    "edicao_nome" => "Anais V CEDUCE"
    "edicao_evento" => "V Colóquio Internacional Educação, Cidadania e Exclusão"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/ceduce/2018"
    "edicao_logo" => "5e4d828aa34e7_19022020154634.png"
    "edicao_capa" => "5f17352a0113a_21072020153418.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-07-17 00:00:00"
    "publicacao_id" => 25
    "publicacao_nome" => "Revista CEDUCE"
    "publicacao_codigo" => "2447-035X"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 42538
    "edicao_id" => 90
    "trabalho_id" => 36
    "inscrito_id" => 254
    "titulo" => "IDENTIDADE ÉTNICO-RACIAL: A COR DA PELE"
    "resumo" => "A pesquisa faz uma análise quali-quantitativa sobre a identidade étnico-racial dos alunos do ensino médio da E.E. Kakunosuke Hasegawa, na cidade de Itaquaquecetuba-SP, envolvendo nela questões sobre a cor da pele e suas implicações de pertencimento no contexto escolar para alcançar dados estatísticos, exclusivamente voltados ao empoderamento da identidade étnico-racial negra. Há tempos vêm se questionando acerca da desigualdade profissional e social que ocupa a classe trabalhadora e outros posicionamentos sociais impostos pela identidade racial atrelado a cor da pele. A pesquisa faz um levantamento sobre a atual legislação brasileira sobre a temática, incluindo os direitos exclusivos a educação e a cultura do homem negro. É importante ressaltar que os questionários aplicados colocam os entrevistados na posição de empoderamento e de reconhecimento da sua identidade étnico-racial. Com os resultados é possível refletir sobre as aulas “brancas” propostas pelos professores, para alunos “pretos”, realidade escolar e a recomendação de uma reformulação sobre as situações de aprendizagens voltadas para os alunos, respeitando o seu espaço sócio-educacional. Ao final se observa a predominância da cor da pele da instituição pesquisada e outras informações pertinentes a identidade étnica/racial."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "Grupo de Trabalhos 08 - Relações étnico-raciais e cotidiano escolar"
    "palavra_chave" => "COR DA PELE, IDENTIDADE, POLÍTICAS PÚBLICAS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV111_MD1_SA8_ID254_07032018220723.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:26"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:16:34"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "RAFAEL CORREIA LIMA"
    "autor_nome_curto" => "RAFAEL CLIMA"
    "autor_email" => "rafaclimarte@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDAD NACIONAL DE ROSARIO"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-v-ceduce"
    "edicao_nome" => "Anais V CEDUCE"
    "edicao_evento" => "V Colóquio Internacional Educação, Cidadania e Exclusão"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/ceduce/2018"
    "edicao_logo" => "5e4d828aa34e7_19022020154634.png"
    "edicao_capa" => "5f17352a0113a_21072020153418.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-07-17 00:00:00"
    "publicacao_id" => 25
    "publicacao_nome" => "Revista CEDUCE"
    "publicacao_codigo" => "2447-035X"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 17 de julho de 2018

Resumo

A pesquisa faz uma análise quali-quantitativa sobre a identidade étnico-racial dos alunos do ensino médio da E.E. Kakunosuke Hasegawa, na cidade de Itaquaquecetuba-SP, envolvendo nela questões sobre a cor da pele e suas implicações de pertencimento no contexto escolar para alcançar dados estatísticos, exclusivamente voltados ao empoderamento da identidade étnico-racial negra. Há tempos vêm se questionando acerca da desigualdade profissional e social que ocupa a classe trabalhadora e outros posicionamentos sociais impostos pela identidade racial atrelado a cor da pele. A pesquisa faz um levantamento sobre a atual legislação brasileira sobre a temática, incluindo os direitos exclusivos a educação e a cultura do homem negro. É importante ressaltar que os questionários aplicados colocam os entrevistados na posição de empoderamento e de reconhecimento da sua identidade étnico-racial. Com os resultados é possível refletir sobre as aulas “brancas” propostas pelos professores, para alunos “pretos”, realidade escolar e a recomendação de uma reformulação sobre as situações de aprendizagens voltadas para os alunos, respeitando o seu espaço sócio-educacional. Ao final se observa a predominância da cor da pele da instituição pesquisada e outras informações pertinentes a identidade étnica/racial.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.