Artigo Anais II CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

FERIDA NEOPLÁSICA: UMA REVISÃO DE LITERATURA

Palavra-chaves: FERIDAS NEOPLÁSICAS, CUIDADOS PALIATIVOS, ENFERMAGEM Comunicação Oral (CO) AT-04: Enfermagem
"2017-06-14 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 29331
    "edicao_id" => 60
    "trabalho_id" => 419
    "inscrito_id" => 1819
    "titulo" => "FERIDA NEOPLÁSICA: UMA REVISÃO DE LITERATURA"
    "resumo" => "Neoplasia são células de crescimento desordenado, podendo ser classificadas como benignas e malignas. A neoplasia maligna é alheia às influências regulatórias, de dependência hormonal, com aumentando de volume. Feridas neoplásicas surgem de infiltração tumoral em camadas do tecido cutâneo, quebrando a integridade tegumentar, por consequência da multiplicação celular acelerada. Aproximadamente 10% dos pacientes que são diagnosticados com neoplasia maligna, irão apresentar metástases cutâneas, que se transformaram em feridas oncológicas, por falta de cuidado e higiene por parte do paciente e/ou cuidador\t. A enfermagem é de fundamental importância junto a equipe multidisciplinar, atuando em todas as fases do tratamento oncológico, desde o processo de avaliação após o primeiro diagnóstico. Esta pesquisa trata-se de uma revisão de literatura realizada entre o período de 2012 a 2017, a partir de artigos científicos pesquisados nas seguintes bases de dados eletrônicas, respeitando critérios de inclusão e exclusão pré-estabelecidos, utilizando os seguintes descritores: oncologia, enfermagem, feridas neoplásicas, cuidados paliativos. Foram analisados 25 artigos, onde 92% escritos em português e 8% em inglês. Do total, 40% foram selecionados, por se adequarem a todos os critérios de inclusão e exclusão pré-estabelecidos: 80% destes estão em português, e 20% estão em inglês. Todos os artigos se enquadram no período de relevância de publicação dos últimos cinco anos, sendo 10% destes referentes ao ano de 2012; 30% referentes ao ano de 2013; 20% referentes ao ano de 2014; 20% referentes ao ano de 2015; 20% referentes ao ano de 2016. Foi visto que os principais sinais clínicos das feridas neoplásicas são odor fétido, quadro álgico, sangramento e exsudato, que possuem diversas formas de tratamento evoluídas com o decorrer dos anos. Conclui-se com a análise dos estudos, que a enfermagem tem como função, de forma humanizada e eficaz, o controle do exsudato, odor, sangramento e alivio de quadro álgico, através de técnicas especificas, respeitando prescrição da enfermagem e médica, proporcionando melhora da qualidade de vida, com redução de sinais e sintomas."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT-04: Enfermagem"
    "palavra_chave" => "FERIDAS NEOPLÁSICAS, CUIDADOS PALIATIVOS, ENFERMAGEM"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV071_MD1_SA4_ID1819_05052017160407.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:15"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:29:30"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "TATIANA PACHU BORGES SANTOS"
    "autor_nome_curto" => "TATIANA PACHU"
    "autor_email" => "tatipachu@outlook.com"
    "autor_ies" => "0000"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais II CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "II Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a0123e6440_16022020235739.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844ec532ad_22072020105348.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-06-14 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 29331
    "edicao_id" => 60
    "trabalho_id" => 419
    "inscrito_id" => 1819
    "titulo" => "FERIDA NEOPLÁSICA: UMA REVISÃO DE LITERATURA"
    "resumo" => "Neoplasia são células de crescimento desordenado, podendo ser classificadas como benignas e malignas. A neoplasia maligna é alheia às influências regulatórias, de dependência hormonal, com aumentando de volume. Feridas neoplásicas surgem de infiltração tumoral em camadas do tecido cutâneo, quebrando a integridade tegumentar, por consequência da multiplicação celular acelerada. Aproximadamente 10% dos pacientes que são diagnosticados com neoplasia maligna, irão apresentar metástases cutâneas, que se transformaram em feridas oncológicas, por falta de cuidado e higiene por parte do paciente e/ou cuidador\t. A enfermagem é de fundamental importância junto a equipe multidisciplinar, atuando em todas as fases do tratamento oncológico, desde o processo de avaliação após o primeiro diagnóstico. Esta pesquisa trata-se de uma revisão de literatura realizada entre o período de 2012 a 2017, a partir de artigos científicos pesquisados nas seguintes bases de dados eletrônicas, respeitando critérios de inclusão e exclusão pré-estabelecidos, utilizando os seguintes descritores: oncologia, enfermagem, feridas neoplásicas, cuidados paliativos. Foram analisados 25 artigos, onde 92% escritos em português e 8% em inglês. Do total, 40% foram selecionados, por se adequarem a todos os critérios de inclusão e exclusão pré-estabelecidos: 80% destes estão em português, e 20% estão em inglês. Todos os artigos se enquadram no período de relevância de publicação dos últimos cinco anos, sendo 10% destes referentes ao ano de 2012; 30% referentes ao ano de 2013; 20% referentes ao ano de 2014; 20% referentes ao ano de 2015; 20% referentes ao ano de 2016. Foi visto que os principais sinais clínicos das feridas neoplásicas são odor fétido, quadro álgico, sangramento e exsudato, que possuem diversas formas de tratamento evoluídas com o decorrer dos anos. Conclui-se com a análise dos estudos, que a enfermagem tem como função, de forma humanizada e eficaz, o controle do exsudato, odor, sangramento e alivio de quadro álgico, através de técnicas especificas, respeitando prescrição da enfermagem e médica, proporcionando melhora da qualidade de vida, com redução de sinais e sintomas."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT-04: Enfermagem"
    "palavra_chave" => "FERIDAS NEOPLÁSICAS, CUIDADOS PALIATIVOS, ENFERMAGEM"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV071_MD1_SA4_ID1819_05052017160407.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:15"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:29:30"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "TATIANA PACHU BORGES SANTOS"
    "autor_nome_curto" => "TATIANA PACHU"
    "autor_email" => "tatipachu@outlook.com"
    "autor_ies" => "0000"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais II CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "II Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a0123e6440_16022020235739.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844ec532ad_22072020105348.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-06-14 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 14 de junho de 2017

Resumo

Neoplasia são células de crescimento desordenado, podendo ser classificadas como benignas e malignas. A neoplasia maligna é alheia às influências regulatórias, de dependência hormonal, com aumentando de volume. Feridas neoplásicas surgem de infiltração tumoral em camadas do tecido cutâneo, quebrando a integridade tegumentar, por consequência da multiplicação celular acelerada. Aproximadamente 10% dos pacientes que são diagnosticados com neoplasia maligna, irão apresentar metástases cutâneas, que se transformaram em feridas oncológicas, por falta de cuidado e higiene por parte do paciente e/ou cuidador . A enfermagem é de fundamental importância junto a equipe multidisciplinar, atuando em todas as fases do tratamento oncológico, desde o processo de avaliação após o primeiro diagnóstico. Esta pesquisa trata-se de uma revisão de literatura realizada entre o período de 2012 a 2017, a partir de artigos científicos pesquisados nas seguintes bases de dados eletrônicas, respeitando critérios de inclusão e exclusão pré-estabelecidos, utilizando os seguintes descritores: oncologia, enfermagem, feridas neoplásicas, cuidados paliativos. Foram analisados 25 artigos, onde 92% escritos em português e 8% em inglês. Do total, 40% foram selecionados, por se adequarem a todos os critérios de inclusão e exclusão pré-estabelecidos: 80% destes estão em português, e 20% estão em inglês. Todos os artigos se enquadram no período de relevância de publicação dos últimos cinco anos, sendo 10% destes referentes ao ano de 2012; 30% referentes ao ano de 2013; 20% referentes ao ano de 2014; 20% referentes ao ano de 2015; 20% referentes ao ano de 2016. Foi visto que os principais sinais clínicos das feridas neoplásicas são odor fétido, quadro álgico, sangramento e exsudato, que possuem diversas formas de tratamento evoluídas com o decorrer dos anos. Conclui-se com a análise dos estudos, que a enfermagem tem como função, de forma humanizada e eficaz, o controle do exsudato, odor, sangramento e alivio de quadro álgico, através de técnicas especificas, respeitando prescrição da enfermagem e médica, proporcionando melhora da qualidade de vida, com redução de sinais e sintomas.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.