Artigo Anais I CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

SENSIBILIDADE DE CANDIDA ALBICANS AO (S)-(-)-CITRONELAL E ASSOCIAÇÃO COM FLUCONAZOL E ITRACONAZOL NA CANDIDÍASE VULVOVAGINAL

Palavra-chaves: ANTI-C. ALBICANS, MONOTERPENOIDE, TERAPIA DE COMBINAÇÃO, AGENTES ANTIFÚNGICOS Comunicação Oral (CO) AT-03: FARMÁCIA
"2016-06-15 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 19493
    "edicao_id" => 43
    "trabalho_id" => 35
    "inscrito_id" => 956
    "titulo" => "SENSIBILIDADE DE CANDIDA ALBICANS AO (S)-(-)-CITRONELAL E ASSOCIAÇÃO COM FLUCONAZOL E ITRACONAZOL NA CANDIDÍASE VULVOVAGINAL"
    "resumo" => "Candidíase urinária é conhecida como a infecção fúngica hospitalar mais frequente em todo o mundo. Candida albicans é a causa mais comum de infecções fúngicas nosocomiais do trato urinário; e o aumento da candidíase do trato urinário levou ao aparecimento das espécies de Candida resistentes a antifúngicos. Neste trabalho, avaliou-se o potencial antifúngico do enatiômero (S)-(-)-citronelal [(S)-(-)-CT] contra 13 cepas de C. albicans e os efeitos deste em associação a antifúngicos utilizados no tratamento da CVV. A CIM e a CFM do (S)-(-)-CT para 90% das cepas de C. albicans foram 64 e 128 µg/mL respectivamente. No ensaio de suscetibilidade, C. albicans apresentou alta resistência ao fluconazol e ao itraconazol, 12 (92,30%) das cepas. Na associação do produto com o fluconazol e o itraconazol, a resistências foi revertida em 6 (50%) das cepas ensaiadas. Os resultados do presente estudo sugerem o (S)-(-)-CT como um potencial agente terapêutico para a CVV e CVVR. Entretanto, estudos adicionais são necessários para identificar o mecanismo de ação desta molécula contra C. albicans, bem como sua toxicidade."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT-03: FARMÁCIA"
    "palavra_chave" => "ANTI-C. ALBICANS, MONOTERPENOIDE, TERAPIA DE COMBINAÇÃO, AGENTES ANTIFÚNGICOS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV055_MD1_SA3_ID956_18042016154025.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:05"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:28:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "CÁSSIO ILAN SOARES MEDEIROS"
    "autor_nome_curto" => "CÁSSIO MEDEIROS"
    "autor_email" => "cassioism@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA (UFPB)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2016"
    "edicao_logo" => "5e4a005a0a41f_16022020235418.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844e6a6a1a_22072020105342.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-15 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 19493
    "edicao_id" => 43
    "trabalho_id" => 35
    "inscrito_id" => 956
    "titulo" => "SENSIBILIDADE DE CANDIDA ALBICANS AO (S)-(-)-CITRONELAL E ASSOCIAÇÃO COM FLUCONAZOL E ITRACONAZOL NA CANDIDÍASE VULVOVAGINAL"
    "resumo" => "Candidíase urinária é conhecida como a infecção fúngica hospitalar mais frequente em todo o mundo. Candida albicans é a causa mais comum de infecções fúngicas nosocomiais do trato urinário; e o aumento da candidíase do trato urinário levou ao aparecimento das espécies de Candida resistentes a antifúngicos. Neste trabalho, avaliou-se o potencial antifúngico do enatiômero (S)-(-)-citronelal [(S)-(-)-CT] contra 13 cepas de C. albicans e os efeitos deste em associação a antifúngicos utilizados no tratamento da CVV. A CIM e a CFM do (S)-(-)-CT para 90% das cepas de C. albicans foram 64 e 128 µg/mL respectivamente. No ensaio de suscetibilidade, C. albicans apresentou alta resistência ao fluconazol e ao itraconazol, 12 (92,30%) das cepas. Na associação do produto com o fluconazol e o itraconazol, a resistências foi revertida em 6 (50%) das cepas ensaiadas. Os resultados do presente estudo sugerem o (S)-(-)-CT como um potencial agente terapêutico para a CVV e CVVR. Entretanto, estudos adicionais são necessários para identificar o mecanismo de ação desta molécula contra C. albicans, bem como sua toxicidade."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT-03: FARMÁCIA"
    "palavra_chave" => "ANTI-C. ALBICANS, MONOTERPENOIDE, TERAPIA DE COMBINAÇÃO, AGENTES ANTIFÚNGICOS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV055_MD1_SA3_ID956_18042016154025.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:05"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:28:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "CÁSSIO ILAN SOARES MEDEIROS"
    "autor_nome_curto" => "CÁSSIO MEDEIROS"
    "autor_email" => "cassioism@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA (UFPB)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2016"
    "edicao_logo" => "5e4a005a0a41f_16022020235418.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844e6a6a1a_22072020105342.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-15 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 15 de junho de 2016

Resumo

Candidíase urinária é conhecida como a infecção fúngica hospitalar mais frequente em todo o mundo. Candida albicans é a causa mais comum de infecções fúngicas nosocomiais do trato urinário; e o aumento da candidíase do trato urinário levou ao aparecimento das espécies de Candida resistentes a antifúngicos. Neste trabalho, avaliou-se o potencial antifúngico do enatiômero (S)-(-)-citronelal [(S)-(-)-CT] contra 13 cepas de C. albicans e os efeitos deste em associação a antifúngicos utilizados no tratamento da CVV. A CIM e a CFM do (S)-(-)-CT para 90% das cepas de C. albicans foram 64 e 128 µg/mL respectivamente. No ensaio de suscetibilidade, C. albicans apresentou alta resistência ao fluconazol e ao itraconazol, 12 (92,30%) das cepas. Na associação do produto com o fluconazol e o itraconazol, a resistências foi revertida em 6 (50%) das cepas ensaiadas. Os resultados do presente estudo sugerem o (S)-(-)-CT como um potencial agente terapêutico para a CVV e CVVR. Entretanto, estudos adicionais são necessários para identificar o mecanismo de ação desta molécula contra C. albicans, bem como sua toxicidade.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.