Artigo Anais I CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

ATUAÇÃO DO ASSISTENTE SOCIAL NA DEFESA DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (SUS): LIMITES E POSSIBILIDADES

Palavra-chaves: SERVIÇO SOCIAL, SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE, CONTRARREFORMA, POLÍTICA DE SAÚDE Comunicação Oral (CO) AT-07: SAÚDE COLETIVA Publicado em 15 de junho de 2016

Resumo

O presente estudo objetiva analisar a atuação do assistente social na defesa do Sistema Único de Saúde (SUS), apontando os limites e possibilidades presentes nesta atuação. Resultado de uma reflexão teórica, aborda a Política de Saúde a partir da década de 1980. Discute a lei 8.080 de 1990, que constitui o Sistema Único de Saúde e destaca os principais projetos políticos em disputa na área. Ressalta as dificuldades de efetivação deste sistema, derivadas da implementação da política neoliberal-privatizante nos governos de Fernando Collor de Mello, Fernando Henrique Cardoso e de Luiz Inácio Lula da Silva, representando o processo de contrarreforma na Política de Saúde. Compreendendo a relação do Serviço Social com a saúde, aponta as determinações históricas que influenciaram a profissão e destaca, por fim, a necessidade da defesa do SUS nos dias atuais, reforçando a importância da ação do assistente social neste processo.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.