Artigo Anais XII CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

CIÊNCIA E FEMINISMOS – CONFIGURAÇÕES DAS RELAÇÕES DE GÊNERO NA PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO SOBRE DIREITOS HUMANOS EM PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DO BRASIL

Palavra-chaves: CIÊNCIA, FEMINISMO, RELAÇÕES DE GÊNERO, PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO, PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO Comunicação Oral (CO) Gênero, Sexualidades e Produção do conhecimento.
"2016-06-08 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 18399
    "edicao_id" => 42
    "trabalho_id" => 145
    "inscrito_id" => 1216
    "titulo" => "CIÊNCIA E FEMINISMOS – CONFIGURAÇÕES DAS RELAÇÕES DE GÊNERO NA PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO SOBRE DIREITOS HUMANOS EM PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DO BRASIL"
    "resumo" => "Este artigo tem por objetivo conhecer as relações de gênero na produção do conhecimento sobre direitos humanos nos programas de pós-graduação no Brasil. Para tanto faz uma discussão teórica sobre relações de gênero, seguida de uma crítica feminista sobre a ciência e de uma reflexão sobre os estudos feministas latino-americanos e a praxis para descolonizar o gênero.  Este artigo, faz parte dos resultados de uma pesquisa maior, realizada no âmbito de um Estágio Pós-doutoral, e se define como um estudo exploratório, e neste artigo, teve a finalidade de levantar um conjunto de informações sobre as relações de gênero na produção científica sobre Direitos Humanos, nos Programas e Cursos de Pós-graduação no período de 2000 à 2015. O lugar de coleta de dados foi a Biblioteca Digital Brasileira de Teses de Dissertações do IBICT. A perspectiva analítica que utilizamos foi o Método Estatístico, pois este pode oferecer uma maior precisão à análise quantitativa, mas a partir destes resultados elaboramos uma análise qualitativa. As nossas conclusões apontaram que a produção de teses e dissertações sobre direitos humanos é produzida de forma equitativa entre mulheres e homens e que as Regiões Sudeste e Nordeste são as que mais tem produção científica sobre este tema, e são seguidas pelas Regiões Sul, Centro-Oeste e Norte."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "Gênero, Sexualidades e Produção do conhecimento."
    "palavra_chave" => "CIÊNCIA, FEMINISMO, RELAÇÕES DE GÊNERO, PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO, PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV053_MD1_SA7_ID1216_30042016141828.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:04"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:15:15"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ALLENE CARVALHO LAGE"
    "autor_nome_curto" => "ALLENE LAGE"
    "autor_email" => "allenelage@yahoo.com.br"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-xii-conages"
    "edicao_nome" => "Anais XII CONAGES"
    "edicao_evento" => "XII Colóquio Nacional Representações de Gênero e de Sexualidades"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conages/2016"
    "edicao_logo" => "5e4d91ff53faf_19022020165231.png"
    "edicao_capa" => "5f1840b2f13c7_22072020103546.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-08 00:00:00"
    "publicacao_id" => 16
    "publicacao_nome" => "Revista CONAGES"
    "publicacao_codigo" => "2177-4781"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 18399
    "edicao_id" => 42
    "trabalho_id" => 145
    "inscrito_id" => 1216
    "titulo" => "CIÊNCIA E FEMINISMOS – CONFIGURAÇÕES DAS RELAÇÕES DE GÊNERO NA PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO SOBRE DIREITOS HUMANOS EM PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DO BRASIL"
    "resumo" => "Este artigo tem por objetivo conhecer as relações de gênero na produção do conhecimento sobre direitos humanos nos programas de pós-graduação no Brasil. Para tanto faz uma discussão teórica sobre relações de gênero, seguida de uma crítica feminista sobre a ciência e de uma reflexão sobre os estudos feministas latino-americanos e a praxis para descolonizar o gênero.  Este artigo, faz parte dos resultados de uma pesquisa maior, realizada no âmbito de um Estágio Pós-doutoral, e se define como um estudo exploratório, e neste artigo, teve a finalidade de levantar um conjunto de informações sobre as relações de gênero na produção científica sobre Direitos Humanos, nos Programas e Cursos de Pós-graduação no período de 2000 à 2015. O lugar de coleta de dados foi a Biblioteca Digital Brasileira de Teses de Dissertações do IBICT. A perspectiva analítica que utilizamos foi o Método Estatístico, pois este pode oferecer uma maior precisão à análise quantitativa, mas a partir destes resultados elaboramos uma análise qualitativa. As nossas conclusões apontaram que a produção de teses e dissertações sobre direitos humanos é produzida de forma equitativa entre mulheres e homens e que as Regiões Sudeste e Nordeste são as que mais tem produção científica sobre este tema, e são seguidas pelas Regiões Sul, Centro-Oeste e Norte."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "Gênero, Sexualidades e Produção do conhecimento."
    "palavra_chave" => "CIÊNCIA, FEMINISMO, RELAÇÕES DE GÊNERO, PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO, PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV053_MD1_SA7_ID1216_30042016141828.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:04"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:15:15"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ALLENE CARVALHO LAGE"
    "autor_nome_curto" => "ALLENE LAGE"
    "autor_email" => "allenelage@yahoo.com.br"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-xii-conages"
    "edicao_nome" => "Anais XII CONAGES"
    "edicao_evento" => "XII Colóquio Nacional Representações de Gênero e de Sexualidades"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conages/2016"
    "edicao_logo" => "5e4d91ff53faf_19022020165231.png"
    "edicao_capa" => "5f1840b2f13c7_22072020103546.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-08 00:00:00"
    "publicacao_id" => 16
    "publicacao_nome" => "Revista CONAGES"
    "publicacao_codigo" => "2177-4781"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 08 de junho de 2016

Resumo

Este artigo tem por objetivo conhecer as relações de gênero na produção do conhecimento sobre direitos humanos nos programas de pós-graduação no Brasil. Para tanto faz uma discussão teórica sobre relações de gênero, seguida de uma crítica feminista sobre a ciência e de uma reflexão sobre os estudos feministas latino-americanos e a praxis para descolonizar o gênero. Este artigo, faz parte dos resultados de uma pesquisa maior, realizada no âmbito de um Estágio Pós-doutoral, e se define como um estudo exploratório, e neste artigo, teve a finalidade de levantar um conjunto de informações sobre as relações de gênero na produção científica sobre Direitos Humanos, nos Programas e Cursos de Pós-graduação no período de 2000 à 2015. O lugar de coleta de dados foi a Biblioteca Digital Brasileira de Teses de Dissertações do IBICT. A perspectiva analítica que utilizamos foi o Método Estatístico, pois este pode oferecer uma maior precisão à análise quantitativa, mas a partir destes resultados elaboramos uma análise qualitativa. As nossas conclusões apontaram que a produção de teses e dissertações sobre direitos humanos é produzida de forma equitativa entre mulheres e homens e que as Regiões Sudeste e Nordeste são as que mais tem produção científica sobre este tema, e são seguidas pelas Regiões Sul, Centro-Oeste e Norte.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.