Artigo Anais XII CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 181
AS MULHERES DE IVANA: UMA REFLEXÃO SOBRE O SER FEMININO E PROSTITUIÇÃO NA LITERATURA A PARTIR DO CONTO QUATRO DOLORES

Palavra-chaves: MULHER, QUATRO DOLORES, PROSTITUIÇÃO Comunicação Oral (CO) Imaginário e gênero na literatura

Resumo

Refletir sobre o ser mulher e sobre as condições em que são colocadas dentro da sociedade não é algo tão simples, pois é difícil e custoso aceitar que esta sempre relegou um lugar ínfimo a seres humanos apenas pelo fato de serem mulheres. Quando vamos tratar da reflexão acerca das mulheres que se prostituem o quadro de compreensão diminui ainda mais. Indagações das mais variadas surgem numa tentativa de escancarar as questões que levam mulheres a vender os próprios os próprios corpos. Pensando deste modo, este trabalho tem como objetivo tentar compreender como se configuram as vidas de quatro mulheres homônimas no conto – ou nos contos – Quatro Dolores, da escritora Ivana Arruda Leite. As Dolores têm anseios que vão além dos lugares já determinados pelo social. A temática da prostituição permeia as histórias das personagens fazendo-nos indagar sobre liberdade e o direito de ser mulher. A leitura instiga o leitor a procurar respostas para as almas dessas personagens e a compreender o lugar que, muitas vezes, a mulher está, mas que não a satisfaz.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.