Artigo Anais IV CEDUCE

ANAIS de Evento

ISSN: 2447-035X

REFLEXÕES SOBRE INFÂNCIA E EDUCAÇÃO: RESGATE DA MEMÓRIA EM WALTER BENJAMIN

Palavra-chaves: INFÂNCIA, MEMÓRIA, EDUCAÇÃO, FILOSOFIA Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Educação e Infância Publicado em 29 de junho de 2015

Resumo

O objetivo do presente trabalho é refletir sobre alguns inscritos do autor Walter Benjamin sobre infância, memória e educação, e compreender as possíveis contribuições do resgate da memória para a construção da subjetividade do indivíduo, a partir de uma análise sobre a experiência reminiscente da infância e educação. É uma pesquisa predominantemente bibliográfica, a partir de estudos filosóficos, dentre outros complementares, acerca da educação, filosofia e infância. O interesse neste estudo compreende uma identificação com a temática sobre memória, que remete a uma experiência de infância digna de ser memorável, por esta ser significativa, de modo que nos convida a sentir o sabor das descobertas, e também por perceber ao longo dos estudos direcionados a essência da filosofia Benjaminiana. Nos inscritos do autor Walter Benjamin, os registros e memórias sobre suas experiências de infância, compondo um cenário lúdico de uma sensibilidade que ultrapassa as linhas escritas e nos proporciona um encontro com o passado, identificando-nos com nossa infância, encontramos a referência principal para realização deste ensaio. Foi possível trazer à margem atual das discussões sobre infância, filosofia e educação, questões inerentes a esses temas, direcionando um olhar para a infância, evidenciado a sua valorização, enquanto uma etapa indispensável na construção de um ser que pensa e sente, é histórico, portanto, se reconhece como um ser social. Acreditamos, que este debate sobre a infância, ganha destaque na modernidade, tem relevância acadêmica e social, pode estimular outras abordagens, estudos e pesquisas mais aprofundados e que possam trazer relevantes contribuições para a educação.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.