Artigo Anais IV CEDUCE

ANAIS de Evento

ISSN: 2447-035X

INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA DEFICIENTE AUDITIVO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DE TRABALHO REALIZADO EM COLÉGIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Palavra-chaves: ENSINO INCLUSIVO, , ENSINO DE FÍSICA, DEFICIÊNCIA AUDITIVA, INICIAÇÃO CIENTÍFICA NO ENSINO MÉDIO. Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Diversidade e Diferença Publicado em 29 de junho de 2015

Resumo

A chegada de indivíduos com necessidades especiais na escola, demanda uma nova postura do professor, de modo a atende-los em suas especificidades. Sabemos da importância de além de estarem na escola, receberem um ensino de qualidade, que realmente faça diferença para o mesmo e que atenda-o enquanto individuo pertencente a sociedade e com direitos a se desenvolver plenamente. Nesse sentido é válido que o mesmo tenha oportunidades de visualizar patamares, que poderão no futuro auxiliá-lo em sentido geral. Pensando nesses fatores, realizamos um trabalho de iniciação científica de Ensino Médio com aluno com deficiência auditiva, desenvolvendo junto ao mesmo o tema Astrofotografia. A Astrofotografia é uma área , na qual, conhecimentos de Óptica, que fazem parte da disciplina Física, são necessários e no 3o ano do Ensino Médio permite uma contextualização da matéria, desejável num contexto inclusivo. O trabalho foi realizado em colégio público estadual de Nova Friburgo, estado do Rio de Janeiro. Neste artigo discutimos o trabalho em si e a visão da intérprete que acompanhou o trabalho, sobre as dificuldades encontradas por um aluno surdo na escola, as dificuldades para desenvolver o projeto e o desenvolvimento do aluno a partir da participação no mesmo. Palavras-Chave: Ensino Inclusivo, Ensino de Física, Deficiência auditiva, Iniciação Científica no Ensino Médio.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.