Artigo Anais IV CEDUCE

ANAIS de Evento

ISSN: 2447-035X

Visualizações: 218
EDUCAÇÃO PARA CIDADANIA: A ESCOLA E A FORMAÇÃO INTEGRAL DO SUJEITO

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO, CIDADANIA, EDUCADOR, EDUCANDO, EDUCANDO Pôster (PO) / Poster Submission Ensino Fundamental: práticas e teorias na escola Publicado em 29 de junho de 2015

Resumo

O presente texto tem por objetivo retratar os resultados iniciais da monografia, em andamento, desenvolvida na conclusão do curso de graduação de Letras da Faculdade de Formação de Professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ/FFP). A presente pesquisa tem por finidade trazer à análise a necessária reflexão sobre a formação cidadã através da educação atualmente ofertada pelo Estado.  Partindo de um apanhado da legislação educacional, passando pela compreensão do papel da escola e do educador, objetivamos identificar práticas quanto à educação para cidadania. Observamos que o acesso à educação é estabelecido dentro do campo dos direitos sociais, dada a importância de cidadãos conscientes. Assim, perpassam essa discussão temas como direitos fundamentais, conceitos de cidadania e práticas pedagógicas. Somente quando for entendido o papel da escola, e por consequência, do educador (através de sua instrumentalização, capacitação e valorização); é que será  possível a concretização desse direito fundamental. Acreditando nos papéis da norma legal, da escola e do educador, é que objetivamos saber: a que distância estamos de alcançar o padrão normativo de educação libertadora? O educador acredita na sua ação como instrumento de suporte ao desenvolvimento da cidadania? Por que algumas escolas não conseguem preencher a lacuna quanto à cidadania? Assim, a referida pesquisa parte do seguinte problema: A escola tem conseguido educar para a cidadania? Posto isto, tem-se como objetivo geral, neste trabalho, identificar como, através da observação das práticas escolares de professores, de língua portuguesa, do ensino fundamental, a introdução do tema “cidadania”, como tema transversal, tem contribuído na aprendizagem e formação integral do sujeito aluno. Assim, entendemos que a abordagem que a legislação educacional apresenta é de concepções teóricas a respeito do tema "cidadania", e pela urgência de tratar deste tema para além da fronteira dos textos e normas, adentrando no espaço escolar, é que buscamos a prática que se apresenta na realidade de nossa educação básica. Analisamos o tratamento desta temática, com foco no papel do educador, na matéria de Língua Portuguesa, no ensino fundamental, tendo por perspectiva as relações interpessoais e as práticas pedagógicas voltadas para uma educação cidadã. Desse modo, justifica-se esse estudo na procura de diminuir a distância entre as conquistas teóricas e a prática docente. Apesar de ainda em conclusão, os resultados já obtidos na referida monografia levam à verificação da necessidade de ações concretas, que ultrapassem a simples tarefa de conceituar. Entendemos que as leis possuem a função de suprir as necessidades e carências do Estado, direcionando a nação para a construção da cidadania. Porém, para alcançar o padrão normativo de educação libertadora, é preciso valorizar do educador, a instrumentalização das instituições de ensino, a disseminação do conhecimento das normas e das práticas docentes que permitam a sua efetivação. A partir das leituras feitas e das práticas acompanhadas compreendemos que não bastam legislações positivas garantidoras, é necessária a conscientização da sociedade, e principalmente dos sujeitos da interação educacional, de que somos agentes, sujeitos capazes, vivendo em comunidade, definindo não só as relações sociais atuais, mas também a qualidade do ambiente social das gerações futuras.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.