Artigo Anais IV CEDUCE

ANAIS de Evento

ISSN: 2447-035X

A INTERDISCIPLINARIDADE NO ENSINO MÉDIO: UMA REALIDADE CONSAGRADA APÓS REESTRUTURAÇÃO CURRICULAR

Palavra-chaves: INTERDISCIPLINARIDADE, REESTRUTURAÇÃO CURRICULAR, POLITECNIA Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Ensino Médio Publicado em 29 de junho de 2015

Resumo

Este artigo tem por objetivo apresentar, por meio de uma pesquisa qualitativa via uso de questionário estruturado para um grupo de 12 professores de escola pública, como a interdisciplinaridade emerge nas atividades docentes pós reestruturação curricular no Ensino Médio gaúcho, o qual pressupõe atividades conexas em áreas de conhecimento. O questionário validou-se de questões como, por exemplo, a) descreva como foi que desenvolveu uma atividade interdisciplinar na escola; b) cite exemplos das atividades descritas na questão anterior; c) quais as dificuldades que você encontrou para trabalhar interdisciplinarmente na escola; e d) que conteúdo e com qual área do conhecimento você, preferencialmente, escolheria para trabalhar de forma interdisciplinar? Por quê?. Neste sentido, pode-se entender que os professores, por meio das áreas de conhecimento, em uma estrutura curricular, na interseção de projetos científicos construídos na disciplina Seminário Integrado, fazem emergir, mesmo que lentamente, trabalhos de cunho interdisciplinar na escola, consideram os eixos da politecnia para oportunizar e possibilitar aos educandos a apropriação do saber ao mundo do trabalho. Desta forma, averiguou-se, também, que os professores se remetem a uma aprendizagem significativa e interdisciplinar, considerando a hipótese de que o educando, neste viés, consegue relacionar o conhecimento estabelecido nas áreas, uma vez que se deixa de trabalhar de forma fragmentada, engavetada e sem nexo, a fim de ultrapassar as barreiras e chegar a metodologias pautadas na contextualização, no coletivismo e no construtivismo para a formação de sujeitos crítico e reflexivos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.