Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 214
FEMININO, ANIMALIZAÇÃO E VIOLÊNCIA: AS MANIFESTAÇÕES DO INSÓLITO N’O REMORSO DE BALTAZAR SERAPIÃO, DE VALTER HUGO MÃE

Palavra-chaves: ANIMALIZAÇÃO NA LITERATURA, FEMININO E VIOLÊNCIA, O REMORSO DE BALTAZAR SERAPIÃO, LITERATURA PORTUGUESA CONTEMPORÂNEA, LITERATURA PORTUGUESA CONTEMPORÂNEA Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Estudos literários, Gênero e Sexualidades Publicado em 03 de junho de 2015

Resumo

O presente estudo tem por finalidade analisar as concepções de animalização e violência femininas, bem como as manifestações do insólito na obra O remorso de Baltazar Serapião (2010), de Valter Hugo Mãe. Para a pesquisa, foi necessário inventariar os traços que marcam essas questões selecionadas e a partir da análise literária e das teorias sobre o homem e o animal (Agamben - 2013), devir-animal (Deleuze e Guatarri - 1997) e insólito ficcional (Flávio García - 2012) compor um olhar sobre o feminino na Idade Média, mas não somente, dado que se faz imperativo a ligação com os modos de viver da atualidade.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.