Resumo Trabalho

APLICAÇÃO DO MODELO DE ATIVIDADE DE VIDA DE ROPER LOGAN E TIERNEY A UMA PUÉRPERA DO ALOJAMENTO CONJUNTO COMO FERRAMENTA PARA A EXECUÇÃO DO PROCESSO DE ENFERMAGEM

Autor(es): ANA SARA AGUIAR QUEIROZ e orientado por REBECA SILVEIRA ROCHA

Introdução: O processo de enfermagem é uma das ferramentas que viabiliza a aplicação prática de uma ampla estrutura teórica que compõe a ciência da enfermagem (TANNURE, PINHEIRO, 2011). O diagnóstico de enfermagem é um julgamento clínico acerca de uma resposta humana a condições de saúde, ou uma vulnerabilidade a tal resposta (NANDA, 2015). O modelo de atividade de vida desenvolvido por Roper Logan e Tierney está baseado em 12 atividades de vida, que possuem relação entre si e sofrem influência de diversos fatores (ROPER, LOGAN, TIERNEY, 2001). O objetivo do trabalho consiste na identificação das atividades de vida de acordo com o Modelo de Roper-Logan-Tierney e na identificação dos diagnósticos de enfermagem da entrevistada, além das impressões do observador. Metodologia: Estudo descritivo, do tipo relato de experiência, realizado no alojamento conjunto de uma maternidade pública. Os dados foram coletados através de roteiro estruturado. Foi adotada a taxonomia da North American Nursing Diagnosis Association (NANDA). Resultados e discussão: Através da utilização do instrumento, foi elaborado a síntese do histórico da puérpera, a identificação de dez diagnósticos de enfermagem por meio dos dados coletados em cada atividade, a classificação dos diagnósticos, além das impressões do observador quanto à experiência. Conclusões: A observação da puérpera e do recém nascido, juntamente com a aplicação do instrumento nos propiciou a construção da síntese do histórico familiar e, de acordo com a percepção acerca dos problemas mais relevantes, a elaboração dos diagnósticos de enfermagem, além das impressões oriundas da experiência.

Veja o artigo completo: PDF