Resumo Trabalho

PRÁTICAS DE ALFABETIZAÇÃO, LETRAMENTO E O LÚDICO: ANÁLISE DO PROCESSO DE APRENDIZAGEM DO SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Autor(es): NIUZA ALVES DA COSTA RIBEIRO e orientado por LUCIANA MATIAS CAVALCANTE

As práticas de construção da linguagem oral e escrita, no atendimento às crianças de 3 a 5 anos, demanda o entendimento de algumas questões ligadas ao acesso do signo escrito, seu valor social, cultural e a possibilidade de produção de seu uso, contribuindo para o processo de alfabetização e letramento. Nestes termos, elencamos as seguintes questões de pesquisa: é na Educação Infantil que se inicia o processo de alfabetização e letramento? Como desenvolver essas práticas na EI? Qual a compreensão dos professores sobre alfabetizar/letrar na Educação Infantil? Que práticas pedagógicas voltadas para a aproximação da criança com a alfabetização e letramento são desenvolvidas pelos professores e professoras na EI em Parnaíba? Que fatores interferem no processo de alfabetização e letramento na EI? Como conduzir o processo de alfabetização e letramento? Como inserir este ato pedagógico na cultura da infância - O Brincar? Nesse sentido, a pesquisa objetiva analisar as práticas de alfabetização e letramento dos professores que atuam na Educação Infantil a fim de entender o papel do lúdico no processo de ensino e aprendizagem, especificamente na construção e aprendizagem do sistema de escrita alfabética. Para que os objetivos desta pesquisa sejam atingidos, terá caráter qualitativo, valorizando a realidade natural em que ocorre o “fenômeno” estudado como momento privilegiado para coleta de informações. Observamos que as professoras, de maneira lúdica, introduzem vários jogos e brincadeiras que estimulam as crianças a participarem das aulas de forma alegre e bem descontraída e promovem a aproximação com a leitura e a escrita, mediados pela ludicidade

Veja o artigo completo: PDF