Resumo Trabalho

EDUCAÇÃO EM SAÚDE: IMPORTÂNCIA DO ENSINO DA DIABETES MELLITUS NO ENSINO MÉDIO

Autor(es): MARIA ANDREZA FREITAS RODRIGUES e orientado por ANTONIO TELES DE MENEZES

A Diabetes mellitus (DM) é um dos grandes problemas de saúde que acomete a população mundial. Esta é considerada uma síndrome de processo evolutivo grave e caracterizado prioritariamente pela falta ou diminuição na produção de insulina e pode ser classificada em dois diferentes tipos, Diabetes mellitus tipo I e Diabetes mellitus tipo II. Abordar temas da educação em saúde como a DM no ambiente escolar e em sala de aula é fundamental para a formação do aluno, nesse contexto, o professor de Biologia atua como agente de grande importância, uma vez que na disciplina de Biologia ocorre o estudo do corpo humano e das doenças que o acometem, sendo um espaço propício para a abordagem de tal patologia. Desse modo, a pesquisa teve como objetivo investigar a importância atribuída ao ensino da DM pelos professores de Biologia de três escolas da rede estadual de ensino do município de Itapipoca-CE. Para isso, foi realizado um estudo exploratório de abordagem qualitativa, que teve como participantes os professores de Biologia de três escolas da rede estadual de ensino. Para a coleta dos dados utilizamos um questionário e para o estudo analítico dos dados obtidos, usamos a metodologia de análise de conteúdo. Responderam ao questionário 10 professores, a partir das análises dos mesmos, percebemos que os professores têm um conhecimento amplo sobre a DM, porém, ainda se faz necessária uma maior discussão voltada para o ensino. Quanto à abordagem da educação em saúde, os participantes afirmam fazer em dados momentos das aulas, assim como também, a abordagem da DM, esta é realizada em sua maioria quando se aborda questões voltadas para a nutrição e metabolismo. Todos os pesquisados consideram de grande importância discutir a DM em sala de aula, uma vez que é uma doença de grande incidência, essa abordagem pode assim contribuir para a promoção da saúde. Dessa forma, fica evidente que a DM é trabalhada no ensino, porém, é importante que a discursão dessa patologia se dê de forma mais concreta, contextualizada e interdisciplinar.

Veja o artigo completo: PDF