Resumo Trabalho

AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE BIOLÓGICA E COMPOSIÇÃO CENTESIMAL DE COTILÉDONES DE SEMENTES DE ANNONA SQUAMOSA L.

Autor(es): CANDIDO PEREIRA DO NASCIMENTO e orientado por RENATA CHASTINET BRAGA

Dentre as frutas da família Annonaceae cultivadas no Brasil, a ata (Annona squamosa L.) – também conhecida como pinha ou fruta do conde – é uma das espécies de maior importância econômica, sendo a região Semiárida do Brasil responsável por mais de 90% da produção nacional e seu consumo se dá basicamente como fruta fresca. A semente de ata tem sido alvo de diversas pesquisas nos últimos anos, desde a extração e caracterização de seu óleo até a extração de polissacarídeo, além de estudos fitoquímicos e farmacológicos a partir de compostos que exercem funções bioativas, dos quais os principais são as acetogeninas anonáceas, substâncias que exercem funções tais como: anti-helmíntica, antimicrobiana, atividade pesticida, antimalárica, antitumoral e citotóxica. O objetivo do presente estudo foi extrair as frações proteicas dos cotilédones da semente de ata– e avaliar suas possíveis atividades biológicas, bem como determinar a composição centesimal dos cotilédones em estudo. Os cotilédones foram avaliados quanto a sua composição centesimal e respectivo valor calórico; e suas frações proteicas foram extraídas em pH diferentes (tampão acetato pH 5, tampão fosfato com pH 7 e tampão glicina com pH 9) e frações proteicas obtidas da extração sequencial em diferentes solventes (água destilada, cloreto de sódio 0,15 mol/L, etanol 70%, ácido clorídrico 0,1 mol/L e hidróxido de sódio 0,1 mol/L). Cada extrato obtido foi avaliado quanto à ação amilásica, proteolítica, hemaglutinante e anticoagulante. Os cotilédones apresentaram quantidades significativas de proteínas (14,94%), lipídeos (28,81%) e fibras (38,98%) e um valor calórico total de 327,77 kcal/100g. Os extratos obtidos, por sua vez, não apresentaram atividade biológica nos ensaios, com exceção do extrato obtido em pH 9, no qual a atividade amilásica foi observada. Conclui-se que, embora os cotilédones da semente de ata contenham quantidades significativas de proteínas, estas possivelmente não apresentam atividade biológica nas condições avaliadas (com exceção da fração extraída em pH 9), podendo ter outras funções, tais como estrutural e apresentado potencial como alimento.

Veja o artigo completo: PDF