Resumo Trabalho

ATIVIDADES EXPERIMENTAIS NO ENSINO DE FÍSICA: POSSIBILIDADES, APLICAÇÃO E REPERCUSSÃO.

Autor(es): ANDRÉA RAQUEL DA SILVA LIMA e orientado por LUCIANO FEITOSA DO NASCIMENTO

O processo de ensino-aprendizagem da disciplina de Física, diante do atual panorama de desinteresse apresentado pelos alunos, torna-se um forte desafio para os professores da área que por sua vez já são, na maioria das vezes, tidos como carrascos. Uma das causas desse desinteresse é o fato das aulas serem, na maioria das escolas, serem totalmente teóricas fazendo com que os alunos atuem como sujeitos passivos no processo de ensino aprendizagem, não podendo correlacionar as teorias vistas em sala de aula com a prática, deixando desta forma as aulas extremamente enfadonhas, onde servem apenas de deposito de equações - vagas- que não tem nenhuma conexão com o dia-a-dia do aluno. Sendo apenas um trabalho repetitivo de substituições de dados em equações, esperando apenas que o resultado final venha a coincidir que um valor pré-determinado em um gabarito. Um importante fator que contribui para isso é a falta de laboratórios de ciências nas escolas, o que quando existem, não dispõem de itens experimentais que abranjam todos os ramos da física, e as que possuem não tem nenhum profissional treinado para usufruir plenamente das suas possibilidades. É neste sentido que pretendemos com este trabalho, apresentar a aplicação de dois experimentos bem como as nossas observações em relação ao desenvolvimento dos alunos durante as aulas que venham a amenizar a carência destes materiais, principalmente nas escolas públicas. Onde iremos realizar não apenas apresentações para os alunos, mas também apresentar ao professor como utilizar estes experimentos durante o ano letivo, esperando que os mesmos também seja agentes nesse processo.

Veja o artigo completo: PDF