Resumo Trabalho

ESTUDO QUÍMICO E POTENCIAL BIOLÓGICO DA FOLHA E CASCA DO JENIPAPEIRO (GENIPA AMERICANA L.)

Autor(es): WESLEY BEZERRA DA SILVA MENDES e orientado por SELENE MAIA DE MORAIS

Genipa americana L., popularmente chamado de “jenipapeiro”, pode constituir uma alternativa viável de fitoterápico. Para tanto, as folhas e cascas foram submetidas à extração em maceração com o solvente orgânico etanol, obtendo- se os extratos. O presente trabalho objetivou realizar a atividade antioxidante, teor de fenóis e flavonoides totais e a toxicidade frente à Artemia salina da folha e casca da Genipa americana L. Na atividade antioxidante EEFJ e EECJ apresentaram IC50 560,31 µg/mL e 151,46 µg/mL, respectivamente, que foram comparados a Quercetina (5,00 µg/mL). O extrato da folha apresentou-se moderada atividade biológica quanto a citotóxico (CL50 671,8 µg/mL) e a casca não apresentou potencial de atividade biológica (>1000 µg/mL), como padrão foi utilizado o Dicromato de potássio (CL50 11,81µg/mL). Nos fenóis totais EEFJ e EECJ apresentaram valores 21,60 e 9,50mg EAG/g, respectivamente, os extratos mostraram teores fenólicos moderados. Os resultados obtidos com esses estudo reforçam a necessidade de mais testes.

Veja o artigo completo: PDF