Resumo Trabalho

CONFLITO: CONDIÇÕES ANTECEDENTES E ESTILOS DE GESTÃO

Autor(es): JULIENE RAMOS DA SILVA e orientado por INARA ERICE DE SOUZA ALVES RAULINO LOPES

Um dos principais desafios contemporâneos para os líderes é a gestão de conflitos, já que o conflito é elemento presente nas interações humanas e em todos os ambientes, inclusive organizacionais. O novo contexto empresarial, decorrente da globalização, requer das organizações a formação de equipes multidisciplinares e multiculturais, cada vez mais integradas a fim de atingir os objetivos organizacionais, e, consequentemente, o sucesso. Contudo, deve-se considerar que as organizações são compostas por pessoas que trazem consigo valores pessoais, oriundos de contextos diversos que podem refletir em dificuldades de convivência. Sabendo que os conflitos tanto podem estimular o desenvolvimento das organizações quanto prejudicá-las, faz-se necessário a aplicação da gestão de conflitos estruturada em técnicas e, para isso, os gestores precisam conhecer as condições que antecedem a eclosão dos conflitos, a fim de evitar que ocorram conflitos desnecessários ou direcionar a energia proveniente do conflito para se obter consequências benéficas para as organizações. Partindo desse pressuposto, este trabalho tem como objetivo analisar a relação entre as condições antecedentes ao conflito e os estilos de gestão de conflitos em uma empresa de Teresina-Piauí. Para tanto, estabeleceu-se os objetivos específicos: Identificar os conflitos e sua tipificação na empresa; investigar as condições antecedentes aos conflitos; conhecer as estratégias de resolução de conflitos utilizadas pelos gestores; identificar os estilos de gestão de conflitos dos gestores na empresa in caso. Empregou-se como metodologia a pesquisa na modalidade estudo de caso, sob abordagem qualitativa. Como resultado, constatou-se a ambiguidade de papéis e objetivos concorrentes como principais condições antecedentes a conflitos na empresa em estudo.

Veja o artigo completo: PDF