Resumo Trabalho

INOVAÇÃO E MARKETING VERDE: UM ESTUDO QUALITATIVO EM PRODUÇÕES NACIONAIS E ESTRANGEIRAS

Autor(es): VÍVIAN LARISSA ALVES ARAÚJO ARRAES

Questões relacionadas à sustentabilidade têm ganhado cada vez mais destaque no contexto organizacional. Uma das formas que as organizações desenvolvem para comunicar seus objetivos sustentáveis aos diferentes stakeholders é através do marketing verde, o qual é representado pelos esforços das organizações em satisfazer as expectativas dos consumidores de produtos que determinem menores impactos ambientais ao longo do seu ciclo de vida. Nesse contexto, um dos grandes impulsionadores do marketing verde é a inovação. O ponto de congruência entre inovação e marketing verde é que soluções inovadoras auxiliam a gestão de marketing a conectar os objetivos organizacionais, as demandas ambientais e as necessidades dos clientes. O objetivo geral desta pesquisa é compreender como a inovação é abordada no âmbito do marketing verde em publicações nacionais e internacionais. Para fins deste artigo, utilizou-se a classificação do Manual de Oslo, uma publicação da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE, 2005), a qual especifica que os tipos de inovação podem ser nas dimensões de: produto, processo, organizacional e de marketing. Quanto aos aspectos metodológicos, esta pesquisa classifica-se como de natureza qualitativa, descritiva, exploratória e documental. A coleta de dados foi realizada das plataformas Capes, Spell, Sumários.Org, Scielo, Web of Master e Scopus, resultando em 3 artigos nacionais e 5 artigos estrangeiros como unidades de análise. Utilizou-se a técnica de análise de conteúdo para a análise dos artigos. Como principais resultados, a pesquisa revelou que a inovação é abordada no âmbito do marketing verde por meio das quatro dimensões da inovação estabelecidas pelo Manual de Oslo (OCDE, 2005): produtos, processos, marketing e organizacional.

Veja o artigo completo: PDF