Resumo Trabalho

MÉTODOS DE USO E REUSO DE ÁGUA NO BRASIL E NOS ESTADOS UNIDOS: DIFERENÇAS DE ESCOLHAS DE CONSUMO RACIONAL

Autor(es): ISABEL FONTGALLAND

O consumidor deve ser o principal interessado em qualquer decisão de gestão da água, e como tal são os gestores da comunidade que desempenham um papel importante na tomada de decisões sobre a reutilização e projetos a esse respeito. Tal como acontece com qualquer projeto, a racionalização da água, deve acompanhar a percepção pública de como esse pleito projeto se relaciona com a saúde pública, as finanças públicas, os gasto, o uso da terra, a proteção ambiental e o crescimento econômico. No entanto, quando as comunidades estão ativamente envolvidas em discussões sobre a reutilização da água, aliadas as Novas Tecnologias e a ciência tudo fica mais viável e claro. Neste trabalho são apontadas as diversidades de compreensões em dois países que draconianamente vem construindo uma trajetória de discussões a cerca da sobrevivência do globo terrestre e da racionalização do uso da água. Utilizou-se para tanto, uma metodologia descritiva e aproveitou-se da exemplificação de várias variáveis para apresentar dois projetos de reutilização de águas. O Brasil ainda apresenta-se extremamente tímido no quesito avanços sociais do entendimento da reutilização mas existem exitosos processos de empenho nesta temática supra. Os Estados unidos por sua vez tem um processo exitoso de reaproveitamento de aguas de esgoto que é o chamado “to sewer to tap” e que vem auxiliando regiões importantes como California e Arizona.

Veja o artigo completo: PDF