Resumo Trabalho

FRALDAS DESCARTÁVEIS: USO DO HIDROGEL NA AGRICULTURA ATRAVÉS DO REAPROVEITAMENTO

Autor(es): MAYARA JÉSSICA CAVALCANTE FREITAS e orientado por ANA KARINE PESSOA BASTOS

A grande quantidade de resíduos sólidos gerado pela população é um dos mais sérios problemas enfrentados nos dias atuais, e a destinação incorreta destes resíduos apresentam uma série de problemas. Dentre os resíduos gerados pela população contemporânea, a produção de fraldas descartáveis usadas por recém-nascidos e crianças equivale cerca de 2% do total de um único lixão. A presente pesquisa teve como objetivo apresentar uma alternativa tecnológica, a partir do reaproveitamento de fraldas descartáveis junto ao solo para utilização desta na agricultura familiar, proporcionando uma economia na irrigação e no uso de fertilizantes. A extração do hidrogel com pasta de celulose das fraldas foi executado de forma manual. Para a condução do experimento foram utilizadas garrafas PET as quais foram cortadas à distância de 22 cm do gargalo e dispostas em forma de funil. Os resultados obtidos, podem ser mensurados pela observação do pH, umidade, turbidez e coliformes. Foi constatado o valor respectivamente de 6,95, 6,95, 6,8 de pH para o HPC em estufa, filme e alumínio, para umidade os valores respectivamente foram de 15%, 11% 15% para o HPC em estufa, filme e alumínio, o HPC em estufa, filme e alumínio para a análise de turbidez tiveram respectivamente valores de 10,56, 14,36, 7,40, já para coliformes o HPC em estufa, filme e alumínio, obteve respectivamente os valores de 920 NMP, 100 NMP, 350 NMP. Conclui-se que as análises físicas e microbiológicas foram empregadas a fim de avaliar qual metodologia para secagem do hidrogel é mais apropriada, visando eliminação dos patógenos que possam ocasionar doenças ou contaminar o solo, e a preservação das propriedades contidas no hidrogel.

Veja o artigo completo: PDF