Resumo Trabalho

CARACTERIZAÇÃO DA BIOMASSA RESULTANTE DE PROCESSO BIODIGESTÃO ANAERÓBIA.

Autor(es): ELENY DA ROCHA QUEIROZ e orientado por FRANCISCO AMÍLCAR MOREIRA JÚNIOR

As crescentes expansões populacionais bem como os avanços tecnológicos trazem inúmeros benefícios para a sociedade, porém, tais fatores também podem causar intensos impactos ao meio ambiente, principalmente na geração de resíduos sólidos e na problemática da sua disposição final. Os resíduos orgânicos produzidos nas residências representam aproximadamente, metade de todo o volume gerado por habitante/dia, sem falar que, apresentam grande soma de nutrientes e, desta forma, necessitam de técnicas que visem seu aproveitamento. A biodigestão anaeróbia é um processo de degradação da matéria orgânica realizado principalmente, por determinados tipos de bactérias, e, sendo indicado como solução sustentável para a mitigação deste passivo ambiental que é o descarte dos resíduos sólidos. Desta forma, o objetivo do presente trabalho foi o de caracterizar por meio de análises físico-químicas, a biomassa resultante deste processo de anaerobiose, em um biodigestor formado a partir de materiais reciclados, no foco de práticas sustentáveis, sem falar, na verificação da sua viabilidade quanto a produção de adubos orgânicos. Através dos resultados obtidos, como indica o teor de sólidos voláteis e da umidade, o processo de biodigestão ainda encontrava-se em estado intermediário, com indicativos para decréscimo no consumo da matéria orgânica e sua quase estabilização, porém, pelo resultado de amônia obtido, percebe-se que ainda há matéria orgânica para ser consumida. Em comparativo com outras bibliografias analisadas há a possibilidade de utilização do material como adubo visto que há inúmeros benefícios nutricionais para a comunidade micro biótica do solo e as plantas também.

Veja o artigo completo: PDF